Um anúncio do Medium Brasil

2016 foi um grande ano para nós. A comunidade do Medium no Brasil cresceu e floresceu, e hoje temos milhares de posts originais por semana que abordam temas de interesse da nossa comunidade e do nosso país. Foi por aqui que a campanha #primeiroassédio ganhou as mesas de discussão após o texto da Carol Patrocinio sobre a Valentina, do Master Chef Jr.; foi aqui, com exclusividade, que a então presidente Dilma Rousseff publicou suas cartas para tentar evitar o impeachment; é aqui o local escolhido pela Rede Globo para divulgar suas melhores séries. Mas, sobretudo, o Medium se tornou um espaço onde os nomes e a fama importam pouco: os textos de maior repercussão foram, quase sempre, de anônimos com uma boa ideia na cabeça. Isso nos deixa muito orgulhosos.

O sucesso da comunidade brasileira se refletiu nos números globais: o português é a segunda língua mais acessada em todo mundo. Só queremos dizer: obrigado.

Como você deve ter visto no começo desse ano, nós estamos fazendo algumas mudanças no Medium para entregar a vocês a melhor plataforma de publicação que pudermos criar. Nós decidimos, por hora, centralizar toda nossa operação em nosso escritório central em San Francisco, o que infelizmente significa que iremos parar de fazer curadoria de textos em português, seja aqui no Medium (dando recomendações com nossa conta oficial Medium em Português), seja no Twitter e Facebook.

Existem grandes publicações e autores para seguir no Medium em Português, você pode encontrar alguns deles neste post. O Medium vai continuar a operar em todo o mundo, inclusive no Brasil; mais e mais autores e publicações surgirão, fique de olho.

Você também pode ir na página de busca e procurar pelos temas e nomes que mais lhe interessam. Tem muita coisa boa por lá.

Nesse meio tempo, você pode sempre tuitar para @medium ou enviar um e-mail para tips@medium.com para nos sinalizar os melhores conteúdos que você topar por aí.

Obrigado por usar o Medium. Esperamos voltar à nossa parceria mais estreita logo, logo.