Conte-me, por favor

Olhei de longe e parecia mentira
vi de perto e ainda mentira parecia.
Essa tua beleza mente, dona
é como uma bela história que só quer distrair.
Tem alguma coisa mais profunda em você
que ainda não encontrei,
porque a mentira da tua beleza é tão bem contada
que fico preso aqui:

Olhar fixo na curva que teu pescoço faz
no tamanho exato dos teus seios
nas rachaduras finas dos teus lábios
nas tuas bochechas amassáveis e mordíveis
nas tuas pernas carentes de serem pegas e levadas pra parede.

Porque a mentira da tua beleza é tão bem contada
que não eu posso encontrar
tua alma, teu jeito, teu ser
sem primeiro desmentir o teu corpo.

Conte-me, por favor
Me deixa saber a verdade.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.