Forças Intermoleculares

Introdução

A Cafeína é um composto alcalóide da famíllia metilxantina, de seus metabolitos, temos com maior relevancia os compostos de teofilina e teobromina, com estrutura química similar e similares efeitos. A Cafeína em estado puro e em temperatura e pressão ambiente é um pó branco com gosto amargo. Quando se trata de relações intermoleculares da Cafeína, ou seja, ligações químicas entre moléculas de Cafeína, nota-se a presença de ligações de hidrogênio e forças de London (dipolo induzido).

Sobre as Forças Intermoleculares

Considera-se relevante para estudo da cafeína as ligações de hidrogênio e as forças de London. Portanto, definiremos as nos seguintes tópicos:

• LIGAÇÕES DE HIDROGÊNIO: Ocorre quando um hidrogênio se liga a um ou dois mais elementos eletronegativos, como o nitrogênio, o flúor ou oxigênio. Considera-se doador o átomo ligado covalentemente ao hidrogênio e aceptor o outro átomo envolvido na ligação. A intensidade e força da interação deve-se, entre outros fatores, ao fato das curtas distancias interatômicas dos doadores e aceptores.

FORÇAS DE LONDON (Forças dipolo induzido — dipolo induzido) : Ocorre quando duas moléculas apolares sofrem uma polarização instantânea devido a uma intervenção externa, geralmente devido a um outro átomo ou molécula. Ou seja, uma das moléculas sofrem repulsão ou atração por outra molécula ou átomo e se deforma, gerando um dipolo instantâneo. Assim possibilitando uma ligação, e isso ocorre constantemente. Devido a isso, força dipolo induzido é a mais fraca das forças intermoleculares.

As ligações intermoleculares da cafeína e onde ocorrem.

Ao analisar a cafeína, 3,7-dihidro-1,3,7-trimetil-1H-purina-2,6-diona, pode notar que pode ocorrer a formação de uma nuvem eletrônica quando libera-se um hidrogênio, sendo que isso ocorre no 1, 3, 7-metil ou a quebra de uma das ligações duplas dos oxigênios. Assim, pode-se afirmar que existem três possibilidades de ligações intermoleculares, ou seja, ligações de oxigênio e oxigênio (dipolo induzido), ligações de hidrogênio e hidrogênio (dipolo induzido) ou ligações de hidrogênio e oxigênio (ligações de hidrogênio). E essas podem ocorrer entre os 1,3,7-metil ou/e nos 2,9-oxigênio.

Conclusão

As moléculas de cafeína podem se interligar por forças com maior magnitude como as ligações de hidrogênio ou de menor magnitude como as forças de London, dipolo induzido. Assim, suas características gerais podem sofrer interferências, como o aumento da temperatura de ebulição.

Bibliografia

https://es.wikipedia.org/wiki/Cafe%C3%ADna 
http://www.profpc.com.br/Exerc%C3%ADcios%20de%20Qu%C3%ADmica/Setor%20Alfa/Alfa%20%20M%C3%B3dulo%2015.pdf 
http://www.gradadm.ifsc.usp.br/dados/20132/FFI0763-1/Modulo_11_1_FINAL.pdf 
http://extensao.cecierj.edu.br/material_didatico/qui704/aula04.pdf

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.