Era pra ser uma carta de amor

Tudo como sempre. Você foi embora batento portas e eu espalhei minha tristeza no travesseiro. Você sempre foge. Prefere ir embora a tentar resolver. Ir embora é mais fácil. Ir embora não requer coragem.

Mas dessa vez foi diferente. Você não bateu só a porta da sala e eu não chorei por pena de mim. Dessa vez chorei por pena de você.

Como você é bobo, cara! O melhor xingamento pra você é definitivamente BOBO. Porque você é infantil. Até pra te dar o título de babaca você precisaria ser mais adulto.

Você foi uma grande ilusão de ótica do meu coração. E tive que ver você indo embora mais uma vez pra enxergar as coisas que só se vê de longe.

Se sinto raiva de você? Já senti, cofesso. Mas agora, com toda sinceridade, sinto pena.

Sem querer parecer arrogante, mas você escolheu perder tanta coisa legal.

Vai encontrar alguém pra pintar a sala com você e quando perceberem que a parede tá mais polêmica que um quadro do Romero Britto vão rir até os lábios se encontrarem e os dois acabarem se amando em cima do jornal? Vai ter alguém pra conversar com você sobre as músicas do Black Keys e do Tim Maia? E alguém pra comer o seu molho pesto amargo com a mesma boca de quem come mel? Você jura que vai achar quem te mostre os detalhes de Black Mirror? E alguém pra ficar na varanda fumando enquanto imitam o Jack e a Rose no navio até o cinzeiro cair na sacada do vizinho debaixo e os dois rirem como retardados até amanhecer, tem?

Sinceramente, eu espero que você encontre esse alguém pra fazer tudo isso com você. Porque eu não sou mais essa moça. Agora quem não quer sou eu. Cansei das tuas confusões, fugas e idealismos.

E sabe de uma coisa? Queria te agradecer por me fazer descobrir duas coisas: um, tenho o poder incrível de me reinventar e dois, sou ambiciosa. Eu não contento com um relacionamento nota 7. Quero realmente ir pra prainha deserta com alguém especial, assistir aquele filme tomando vinho. Quero escutar músicas bonitas junto. Afinal, quem vive só de planos é seguro saúde. Eu definitivamente preciso de alguém pra viver a vida real.

Boa sorte, e por favor, quando achar alguém legal não seja bobo de novo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.