O que ninguém costuma entender

— Você diz que ninguém entende o que é sociopatia, mas já parou pra pensar que, da mesma forma, o mundo ao seu redor é simples de entender e que a limitação é sua?

— Eu já pensei bastante a respeito disso

— E qual foi a conclusão?

— Continuo achando que espectro autista é algo existente da mesma forma que sociopatia é perigoso em larga escala

— Não entendi a comparação

— E eu não entendo metáforas

— Bernardo, você acha que tem sua própria linguagem ou jeito de dizer? Já li alguns estudos sobre metalinguagem entre pacientes com alguma psicopatologia

— Não sou tão inteligente assim. Podemos mudar de assunto?

— Vamos ficar um pouco mais nessa comparação, quero entender o que você quis dizer e porque a comparação

— Que tal me explicar o fato de você ser casada e ter abusado sexualmente de mim? Acho que isso é um excelente tópico pra conversarmos


— Eu não quero mais fazer terapia com você, não vejo resultado e também acho que não sou um paciente exemplar

— Mas você sabe que terapia é um processo demorado, desistir agora não é o melhor momento

— Não estou desistindo da terapia, estou desistindo de você. Por isso fiz uma denúncia no conselho nacional de psicologia e fiz questão de deixar meu nome como paciente

— Você me denunciou? Sabe que isso pode arruinar minha carreira e meu casamento?

— Sabrina eu entendia o que acontecia, com você me sinto manipulado o tempo todo, não é seu direito abusar de mim ou da minha cabeça

— Saia do meu consultório agora! Se eu perder minha licença irei te processar!

— Vai me processar por quê? Por ter me manipulado? Me seduzido? Você terá sorte se o conselho não considerar isso um estupro


— Alexia, posso te fazer uma pergunta?

— Manda ver

— É tão difícil entender o mundo quanto parece? Quero dizer, eu entendo a motivação as pessoas, entendo o que querem e tudo mais, mas entender o conceito das coisas é difícil

— Sua pergunta é sobre você ter manipulado alguém e sentir que tem algo de errado nisso?

— Eu não manipulava Sabrina, muito pelo contrário!

— Bri… Você manipulou Sabrina sim, não tente limpar sua consciência

— Eu só queria o bem dela, não queria e esperava o que aconteceu…

— O inferno está cheio de boas intenções sabia?

— Traduz

— Você queria o bem, mas fez o contrário

— Pessoas são estranhas… Os ditados são mais estranhos ainda

— Um dia você entenderá isso

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.