O lado que somente eu enxergo: 20/11

6:08

Tem dia que eu queria dormir muito. Mas muito mesmo, daqueles jeito que acorda até com o corpo ruim de tanto ficar deitado. Mas nunca dá. Sempre acordo e não consigo dormir de novo. O bom é que dá pra ir tomar café mais tranquilo. Não deve ter ninguém lá agora. Um bom banho vai me animar, mesmo trabalhando no domingo, que é uma das coisas que mais odeio. Fico sem nenhum dia só pra mim na semana. Um bom café e depois voltar ao trabalho. Tomara que dê tudo certo agora bem cedo que já consigo voltar com o motorista. Ele está por aqui hoje e se eu for com ele, chego em casa mais cedo.

11:00

E pronto. Tudo terminado. Agora é só ir pra casa. Hoje eu estava pensando que estou sempre pensando no que vai acontecer ali na frente. E quando chega, na maioria das vezes eu não estou feliz como planejei. Quando estou no trabalho, fico contando os minutos pra chegar em casa pra sair logo dali. Mas quando chego em casa eu não estou nada feliz e fico contando os minutos pra ir dormir pra ir pro trabalho de novo ocupar minha cabeça. Quando chego no trabalho eu não estou satisfeito com aquilo e fico pensando na hora de chegar em casa. Vira um ciclo. Vira uma onda constante de ansiedade que nunca termina e nunca me deixa feliz quando completo uma etapa dessas. Será que não dá pra ser feliz com o agora? Com isso aqui de agora? Com o que está acontecendo exatamente agora?

22:00 eu cheguei faz tempo e fiquei aqui em casa fazendo nada mesmo e tive a infeliz atitude de olhar pro celular e ver 21:21 no relogio lembrei na mesma hora que a alice dizia que sempre que se olha o relogio e tem horas com numeros iguais é porque tem alguém pensando em voce e não tem eu sei que não tem lembrar dela e perceber que tem muita coisa dela ainda dentro de mim me fez chorar igual uma criança faz quase uma hora minha cabeça doi meu corpo ta doendo meu peito ta doendo de tanto soluçar e essa tosse ta me matando por causa desse maldito chão gelado do inferno é uma disgraça todo dia tudo é disgraça até pra chora no chão não tem jeito com essa merda de lugar de casa de ambiente de tudo eu não consigo parar de chorar já tentei ligar pra duas pessoas e falar com elas mas eu não consigo elas não merecem ter que aguentar eu to lembrando das fotos que eu vi de print de conversa dela de foto pelada dela que ela enviou pra não sei quem e dói meu coração doi eu não sei como deve ser infartar mais deve ser perto disso nao existe lado pra fica nem posição que essa disgraça não fique doendo como se eu tivesse enfiando uma espada no meio dele eu não aguento mais chora eu to aqui faz uma hora e ta tudo doendo esse chão da disgraça ta me fazendo pior e eu não tenho força pra me levanta daqui digita no celular é a unica esperança que eu tenho de tenta tirar alguma coisa de dentro de mim e uqueria arranca tudo agora porque dor é só o que tá ficando e ta insuportavel se voce esta lendo esse texto trate de ser pelo menos um pouco humano e nao machucar ninguem é serio jamais faça nada pra machucar alguem voce não imagina a dor que alguém pode passar ao lembrar de voce em cada minuto do dia e não quere ninguem controla o pensamento e eu tenho que fica com o mesmo filme passando na minha cabeça o tempo todo agora parece um soco cada vez que eu lembro disso agora e eu não tenho mais força pra ficar aqui aguentando esse tanto de porrada o tempo todo eu não quero levantar porque eu tenho medo de achar mais coisa pra me derrubar de novo pelo menos aqui deitado eu fico me protegendo tipo ufc que o cara so aceita que ja perdeu e fica ali tomando tudo até que o juiz para a luta pra terminar tudo Deus se voce é um juiz para essa luta vai já chega eu to me defendendo aqui por impulso mas eu nao quero pode para essa luta e me dar como derrotado eu não vou importar so faz eu parar de apanhar não dá mais eu não aguento mais eu nao quero mais me ajuda e não precisa nem em importar de me ajudar a levantar ou chamar os medico eu fico aqui quieto mas finaliza essa luta pra eu para de apanhar por favor


Obs.: Eu voltei hoje, dia 21/11, e arrumei o texto. Coloquei o título e imagem certinho. Ontem eu não tinha condições de fazer nada. Sobre o corpo do e-mail, eu deixei da mesma forma que postei ontem. Não é justo e nem correto editar isso agora.

Durante 1 mês eu vou escrever em tempo real tudo o que se passa na minha cabeça. E ao final do dia eu vou postar. O porque disso, eu explico nesse texto aqui.

E se você precisar falar comigo em algum momento, por esse e-mail eu consigo responder o dia todo: quasemurilo@gmail.com

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.