As promessas cessam em algum momento

Quando retornei encontrei-o mais brando do que o habitual. A leve ondulação a se dissipar empurrava em minha direção um brilho findável.

Do galho balançado pelo vento frio saltou a folha seca, que num rodopio ritmado, encontrou-se com a superfície do lago.

As promessas dos sons, dos cheiros, dos corpos, enfim, das coisas, cessam em algum momento.

O sol me aquece e eu aceito.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Quéfren Crillanovick’s story.