A ideia de escrever, sem se identificar é maravilhosa, pois, consigo expressar todos meus sentimentos, sem correr o risco de alguem conhecido ler achar qualquer bosta.

Sim, estou de saco cheio de muita coisa, do que vejo e sinto, fico de sa o cheio da vida, das pessoas ao meu redor e de mim mesmo por as vezes seer tao fraca com algumas coisas.

Ja o pensei em desistir? Sim, muitas vezes e de tudo. O que impede? O restinho de amor que ainda tem dentro de mim e quando entrou nesta ou nestas semanas malditas de tpm isso intensifica. Chego a ficar com medo, prefiro ficar quieta, deitada, nao quero ver ninguem, saber de ninguem, olhar ou ouvir nada. Queria ficar longe, na praia, sozinha só ouvindo o barulho do mar mas ao mesmo tempo queria senir que alguém se importa comigo de verdade. Nao apenas pai e mae, esta, acima de tudo é uma obrigação deles, ainda que alguns não o façam.

O que mais queria agora é que minha mãe reagisse, ela mexe emocionalmente comigo, ela sabe disso. Hoje passou mal, vomitou, disse que nao aguenta najs ficar em casa, pq esta desempregada, mas caralho ela não aceita ser caixa de uma loja. PORRAAA!!! e vem chorar? Na situação que ela se encontra, mais de dois anos sem emprego fixo, ainda quer escolher? Neste tempo ela ate conseguiu algo, mas cada hora era uma desculpa, uma ma sorte do caralho.. mas não, na verdade é falta de humildade, é orgulho e combicar o que é do outro. Foda! Eu sai da empresa que eu estava, não aguentava mais e queria meu próprio negócio e to tocando, aos poucos mas ta indo, mas honestamente, to nessa sozinha, ela deseja o que eu estou conquistando, acha que é minha obrigação dizer o que ela deve fazer e as vezes parece ter inveja. Foda falar isso mas ela nao mostra felicidade, meu pai apoia, apenas isso. Minha avó me incentiva e fico feliz e meu irmão também. Meus pais sempre foram distantes sentimentalmente, dentro das limitações deles, sei la. Eu sinto falta demais disso, de carinho e atenção deles, mas nem sei mais como falar e até receber isso.

Minha psicóloga falou que nao mostro afetividade… realmente, por quem deveria? Nem mostro emoção quando fico nervosa, pra que? Ora morrer de infarto? Qto mais mostro meu coração mmais ele se machuca. Qdo mostro e sentimentos, sou pisada e usada entao pra que mostrar? Eu ainda acredito no amor e que eu ainda mudarei minha forma de pensar e agir, o processo é lento mas to tentando.

Sinto falta de pessoas e situação que ja foram. Estou muiito presa ao passado e sofro com o presente. Tenho sindrome do panico, patologia maldita que por vezes me descontrola e me faz perder a noção, mas me recuso a tomar remedio, entao o que posso fazer? Como vencer isso? Sera que todos vieram nesta existência para ser feliz msm? Eu tenho coragem as vezes me falta fé … ai é foda!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.