RedeAlumni agora é Quero Educação

Navegamos pelo mercado de educação e nos deparamos com um problema que vale a pena resolver: ajudar estudantes a encontrar sua escola ideal, pelo preço certo. Para refletir a clareza do nosso propósito, estamos atualizando nosso nome para Quero Educação.

Éramos iteanos recém-formados quando, em 2009, decidimos desenvolver um serviço online para que ex-alunos mantivessem o vínculo entre si e com sua instituição formadora. Assim começou a RedeAlumni, desde já com a ambição de usar a internet e novas tecnologias para melhorar a experiência educacional de milhões de estudantes.

Lançamos a RedeAlumni para duas instituições que acreditaram na nossa proposta: ITA e UNIVAP. Engajamos dezenas de milhares de alunos e ex-alunos em suas comunidades exclusivas e começamos a levar dados até então desconhecidos para os gestores das faculdades. No entanto tínhamos dificuldade em convencer mais instituições a adotar nossa solução, mesmo de graça. A maioria dos profissionais com quem conversarmos estava focada em outro problema: “como trazer novos universitários para minha faculdade?”.

Primeira versão da RedeAlumni do ITA: a AEITA.net

Foi aí que percebemos que o acesso ao ensino é um problema muito mais urgente. No Brasil, apenas 14% da população adulta tem diploma superior. Isso é menos da metade da média de países desenvolvidos, e menos que 1/3 dos países com PIB per capita parecido ao do Brasil, como México e Colômbia. Mas por que isso acontece, se entrar na faculdade é sonho de grande parte dos brasileiros e as faculdades não conseguem preencher suas vagas?

Percentual de Adultos que Completaram o Ensino Superior nos Países da OCDE
Ensino Superior no Brasil: preenchimento das vagas disponibilizadas pelas instituições

Nossa conclusão: falta informação e os preços são proibitivos para muitos. E com nossa experiência em internet, sabíamos a solução para esses problemas: um marketplace que reunisse as informações que o aluno precisa para escolher seu curso e permitisse às faculdades otimizarem seus preços para preencher as salas. Assim nasceu o Quero Bolsa.

Em parceria com instituições de ensino superior privadas, o Quero Bolsa oferece bolsas de estudo parciais pela Internet. Mais de 750 escolas viram seus resultados serem maximizados por meio da parceria, e o número de alunos beneficiados já passa de 85 mil. Essa tração inicial, realçada pela história de cada um dos milhares de querobolsistas que já entraram na faculdade, nos deu a certeza de que esse é um problema que vale a pena resolver. Por isso, para refletir a clareza do nosso propósito, atualizamos nosso nome para Quero Educação.

Quero Educação resume a nossa missão de ajudar os alunos a encontrarem a escola e o curso ideal pelo preço certo. Queremos matricular muito mais alunos na faculdade e em outras escolas, pois acreditamos que todos saem ganhando com uma maior ocupação das salas de aula: as faculdades aumentam sua rentabilidade, os alunos conquistam sua sonhada formação acadêmica por preços justos e a sociedade ganha mão de obra qualificada para continuar crescendo.

Nova Identidade Visual

Atuando no ramo educacional nacional e expandindo para operações internacionais, precisávamos de uma identificação imediata com nossa cultura, raízes e aspectos naturais, mas principalmente com nosso propósito.

Como o nome de nossa empresa supõe, queremos educação! Queremos a educação em todos os lugares e de forma acessível. Queremos ser associados ao Brasil e à capacidade que seus empreendedores e sua gente têm.

Construção: Logotipo da Quero Educação

Conceito Gráfico

Nossa marca se apropriou dos atributos de um pássaro curioso, sentinela e com um grito capaz de ecoar aos 4 cantos, que vive em todo território brasileiro e na América: o quero-quero. Notoriamente, assim como o pássaro, acreditamos que a educação faz pessoas sonharem e voarem mais alto.

Nosso logotipo é uma estilização quase abstrata da porção superior do quero-quero (cabeça e pescoço) olhando para o infinito, para o horizonte, em busca do grande sonho.

É delimitado por um círculo e com uma ponta que é associada à marca de nosso principal produto: o Quero Bolsa. A porção branca dentro da área amarela constitui o bico, enquanto a porção azul-escura respectivamente o peito e máscara do quero-quero. Por fim, a porção azul turquesa completa o elemento, com o penacho na extremidade.

As cores usadas buscam a identificação com o Brasil e com educação, além de criar contraste e combinação para uso no branding.

Cores do branding

O futuro da Quero Educação

A dinamicidade do mercado privado é a nossa melhor aposta para elevar os níveis educacionais do Brasil.

Vamos, junto com nossas escolas parceiras e querobolsistas, encher as salas de aula, um aluno de cada vez.