“Jovem Andarilho pedala América Latina carregado de livros”

(Demente Detento)

(Mentecapto banido pelo inspetor Cayo em Garuva)

Assim a história se explica. Assim estampo argumento. Assim acabam-se os créditos da credibilidade:

[21/09/15 — “Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo — Delegacia Civil de Boraceia — São Sebastião — SP — Boletim de Ocorrência

Declara o informante, Lucas Garcia Nunes, que perdeu sua identidade andando de bicicleta pela BR 101, nas proximidades do município de Itaguaí/RJ no dia 09/09/15. Além do seu registro e carteira de identificação universitária o cartão de débito do Banco do Brasil (…)”.]

19/01/2017 — Cayo, o inspetor com a idade do meu corpo compreendeu que se tratava de um demente, desses que leem bicicleta. Aquele dia tomei minha primeira tromba d’água e assisti ela chegando vagarosamente pela Serra do Mar à pé.

A Cicloteca estava com movimento central tão perverso que ultrapassei 5 caminhões na descida com faixa adicional, e ainda com risco de tombamento como parafraseava a placa escrita em preto sobre fundo amarelo. Na Delegacia de Garuva me ofereceram um café da manhã digno de lorde;

-Aceitei, mas deixei alguns livros para os presos se libertarem!