10, 20, 30!

06.06.2008

Porque é que eu gosto tanto de teorizar as sensações? As coisas sem respostas do nada, num profundo lapso de loucura passam a ter lógica, e a propósito uma lógica bem doida!
Sem querer procurar entender a mim mesma, mas ja buscando esse alvo inexplicável que aparece diante do meu espelho todo os dias, resolvi me definir em 3 eus! Não, não…tem teorias da psicanalise e sem teorias do behaviourismo, nada com nada. Apenas profundo senso comum, misturado com algumas leituras estranhas aprofundadas pelos estudos mitológicos da fé, com uma cuspidela de opniões estranhas que se aparecem diante dos meus olhos com se só existissem para mim!
Basicamente, eu tenho 3 idades! Tenho 10, 20 e 30 anos ao mesmo tempo….e já confirmei q administrar essas 3 ao mesmo tempo, não é nada, mas nadica de nada, fácil! A de 10, é uma garotinha muito medrosa, mas que quando quer uma coisa birra com tudo e com todos e convence com seus desesperado anseio de ter aquilo que mais sente falta. A garotinha é muito ansiosa e quase sempre me preocupa, porque tenho muita dificuldade em controlar suas vontades e também é muito difícil conter seu choro. Afinal, ela só tem 10 anos e não esta preparada para viver fortes emoções, por mais que queira. No mais ela é pura emoção, totalmente sensível e extremamente carinhosa, mas nunca me esqueço que todas as vezes que tento satisfazer seus desejos, ela chora! Chora porque é frágil e chora pq não há ninguém no mundo que a protege. Essa menininha de 10 anos é o meu coração, meu eu emocional simplismente fragilizado por todas as vontades de sentir, de conquistar, de amar e jamais conseguir ter estrutura psiquica para lhe dá com isso, nessa idade!
A mocinha, tem 20 aninhos, é esbelta…além de exibir uma categoria de beleza visual, também exprime toda a sensualidade das frases mais comuns nessa idade. Tais como “vestida para matar”, “mamãe eu quero dá”, “de santa e de puta todas nós temos um pouquinho”. É a mocinha de 20, gosta de pegar fogo e ADORA botar fogo na vida alheia. Os boyzinhos que passam desejando toda a sua estetica, todo o seu ser…querendo apenas lhe consumir. A mocinha adora essas coisas, ela é muito, muito cruel quando quer provocar o moço! Ela não gosta de ser deixada na mão e é extremamente possessiva. Consome todas as energias possíveis, mas também retribui com muitas alegrias e sorrisos. A mocinha é o tipo de gente q todos adoram conhecer, é dinamica, é pratica, tem personalidade forte e jamais abaixa sua cabeça para os gurizim com quem ela fica. É o fogo em pessoa, essa seria basicamente a estrutura da minha sexualidade, seria a ideologia do meu corpo, do fogo do chamado e adorado tesão.
Por fim, a mulher de 30 anos, quanto conhecimento e quanta vontade de encontrar pessoas que possuam o mesmo feedback. Ela nao é o tipo de mulher que pega fogo de primeira, ela gosta de ser conquistada, ser paquerada com a mais nobre e pura inteligencia humana. Não é qualquer homem que lhe agrada e não é qualquer pessoa que tem a sua admiração, só os mais raros, os mais mais diante dos seus olhos terão o direito de ouvir suas palavras insanas e totalmente complexas difundidas entre uma dose de whisky e um gim com tônica! Essa mulher usa maquiagem pesada, olhar penetrante e beleza rara, algo que nõa esta exposto no rosto ou no corpo, mas se desenha na expressão de sua boca, seu olhar! É requintada, mas não tem nada de recatada! É mulher de pulso firme e equilibrio sensato, tem muitos medos por causa das duas irmãs mais novas que ela tem q cuidar. A garotinha de 10 e a mocinha de 20 e com relação a suas outras personalidades, ela se cansa muito! É tanto medo de magoar a garota, é tanto desejo de soltar a moça….é tanta vontade de querer ter paz. 
E eu fico em meio a três…nesse triangulo de desejos, pensamentos e vontades. Esses meus três eu’s não me deixam ficar quietinha. Agora muito menos, pois a mocinha de 20 tava dormindo e acordou, a garotinha de 10 chora porque quer se sentir protegida e quer um amado para isso. E a mulher de 30 esta cansada de não encontrar pessoas que ela possa admirar sem muito stress.
Todas querem a mesma coisa, de formas diferente. Todas, querem se arriscar a entrar no jogo de cartas marcadas e querem experimentar novamente o gosto do beijo, do toque, do carinho…do teu abraço! É, todas estão me deixando completamente louca, pq todas estão neste exato momento tentando me dominar, para te querer!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Raabe Moro’s story.