as pistas do teu corpo

quero saber o que te inspira

o que te transborda

o que te enche o saco

o que faz gargalhar

analisar cada pedaço de pele

como uma pista de um crime sem vitimas

me perder do mundo e me achar em ti

vou traçar um mapa do teu corpo

corre-lo com a ponta da língua

deixando em cada canto

de ti

um pedaço

de mim

e florescer forte

um nós

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.