Meu coração já criou raízes em um jardim cheio de dor. Pensei em desistir porque a confusão na alma era tanta que estava difícil carregar o coração que pulsava cheio de caos aqui no peito. Sorri precisando de um abraço, me calei precisando dizer tantas palavras que me sufocavam. Talvez me julgaram forte, mas este corpo que veste a minha alma é como uma flor que tão frágil suporta tantas tempestades. Às vezes pergunto para Deus se estou no caminho certo, porque ainda tenho medo. Meu hoje foi moldado por sonhos, mas o meu amanhã ao criador pertence. Tantas lágrimas já escaparam pelos meus olhos, lágrimas que caminharam solitárias até o meu coração. Enxergaram a minha fragilidade e não a minha força. Julgaram os meus erros e não os meus acertos. Mas por alguma razão ainda estou aqui. Por alguma razão que ainda desconheço floresço, pouco a pouco, dia após dia. Um dia tudo isto aqui vai fazer algum sentido. Flor que Deus cuida não morre.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rafaela Millena’s story.