O que diabos aconteceu com a GERAÇÃO Y?!
Ícaro de Carvalho
6.5K671

Em 2005 quando eu estava na faculdade, vi algo parecido, eu cursava História e teria que dar aulas em uns três colégios, aguentar desaforo de guri mimado ou entrar na guerra de vaidades e egos que é a carreira acadêmica; não fiz nem um nem outro, continuei sendo eletricista e busquei melhorar na área. Não vendo churros nem brigadeiro gourmet, afinal alguém tem que fazer a instalação elétrica da sua “fábrica de sonhos”; tenho que saber vender meu conhecimento (ao contrário dos Frankensteins Sociais de vendas/motivação, os quais eu sempre tive ojeriza, eu preciso vender meus serviços, não a mim mesmo como um), trabalho fora de horário mas sou remunerado para isso. Acredito que empreender é vender algo ou um serviço a alguém; estas “histórias de sucesso” a que somos bombardeados via rede são um charlatanismo de grife.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.