Um livro chama a atenção pela capa, o email marketing, pelo layout.

Veja algumas dicas para a criação de design de templates de Email Marketing:

  • Garanta que seu conteúdo mais relevante esteja no topo, nos três primeiros centímetros. É o primeiro local para onde os olhos se dirigem ao ler, aproveite para captar a atenção do usuário.
  • Utilize imagens com no máximo 650px de largura para garantir que não será cortada.
  • Utilize imagens em JPG para elementos gráficos maiores com maior transição de cores, como fotos. O GIF é perfeito pra elementos menores que contém menor complexidade de cores, como botões, por exemplo.
  • Preveja áreas de texto em seu template usando as chamadas “fontes de sistema”, que são as fontes presentes na grande maioria dos computadores, como Arial, Verdana, Times New Roman etc. Assim, no momento de desenvolver o HTML, é possível escrever e formatar esses textos no código, sem a necessidade de usar mais imagens, o que poderia pontuar o template com características de spam.
  • Não diagrame os métodos e as instruções de opt-out de forma que, no HTML, eles tenham que ser inseridos como imagem. Formate-os usando as “fontes de sistema” para que, no HTML, eles possam ser escritos e formatados no próprio código, como texto.
  • Evite posicionar conteúdos sobre imagens de forma que, no HTML você precise criar áreas com imagens de fundo. No desenvolvimento do HTML, essas áreas seriam construídas usando a propriedade background-image do CSS ou o atributo background do HTML, e elas não são suportadas por importantes programas de email, como Hotmail, Gmail e Outlook 2007 e 2010. O principal problema ocasionado por esse tipo de template é o uso de fundo preto em imagem com textos em branco sobre ele. Nos programas de email que não suportam a propriedade de fundo com imagem, o texto, como estará em branco, não ficará visível para o destinatário.
  • Se sua lista de contatos também armazena o nome e/ou outras informações sobre as pessoas cadastradas, preveja no design do template algumas áreas que usem essas informações, também formatadas com fontes de sistema. Emails que contêm personalização criam essa pequena diferença de conteúdo entre si, o que os ajuda a passar em testes antispam.
  • Sempre que possível, evite criar templates que não podem ser “desmontados” e reproduzidos em HTML, como os templates que se parecem com um folder ou anúncio de revista. Eles geralmente precisam ser inseridos no HTML apenas como imagem, sem nenhum trecho de texto ou organização de dados em tabelas, e isso aumenta a pontuação de spam nos testes realizados pelos servidores.
  • Evite escrever grandes áreas de texto apenas em letras maiúsculas, pois essa é uma prática muito observada em envios de spammers e, portanto, pontuada nos testes dos servidores.
  • Evite escrever grandes áreas de texto em vermelho ou verde-limão (aquele verde padrão de paletas hedexadecimais) pelo mesmo motivo da recomendação anterior.
  • Não planeje inserir elementos multimídia e interativos como vídeos, sons, animações e/ou formulários porque eles não funcionam nos programas de email, a não ser que você esteja planejando uma ação específica para usuários de iPhone e iPad, que são os dispositivos que suportam esses elementos.

O layout do conteúdo pode fazer ou quebrar a sua campanha de email

Veja como você pode posicionar o seu conteúdo nas suas campanhas de email e suas newsletters:

  • Conteúdo importante deve ficar no topo da sua newsletter
  • O mesmo se aplica aos seus links de ação que os seus leitores têm de clicar para mais informação.
  • Leitores “digitalizam” emails, por isso mantenha as newsletters breves.
  • Seduza leitores com algumas frases de impacto e faça-os clicar no link “Leia Mais”
  • Os seus links “Leia Mais e Clique Aqui” têm que levar os seus leitores diretamente para a página de interesse.
  • Utilize design interessante, títulos fortes, subtítulos, parágrafos pequenos e marcações de lista
  • Leitores bloqueiam subconscientemente anúncios e spans. Se o seu email parecer como tal, será ignorado.
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rafael Siqueira’s story.