É tudo coisa da sua cabeça

Levoflaxino — comprimido revestido — embalagens de 7 ou 10 comprimidos contendo 500mg de levoflaxino. Indicado no tratamento de infecções do trato respiratório superior e inferior, incluindo sinusite. O levoflaxino é um medicamento do grupo dos farmacos conhecidos como antibióticos.

Que eu sofro de depressão maior não é segredo pra nínguém, desde 2013 quando fui parar num hospital psiquiátrico resolvi sair desse armário (já do outro…risos). Bom, estou numa fase ruim da minha vida (assim como 99% das pessoas que viveram 2016), há 3 meses estou com a sinusite crônicamente ativada e, foi depois de tentar todas as alternativas anteriores que um médico resolveu tentar o levoflaxino. Mesmo antes de começar com este medicamento eu já estava sobrevivendo as duras penas.

Reação incomum (ocorre em 0.1% e 1% dos pacientes) — Disturbios Psiquiátricos: ansiedade, agitação, confusão, alucinações, pesadelos, disturbios do sono, anorexia, sonhos anormais.

Depois de começar a tomar o levoflaxino foi um countdown até o fundo do poço afinal eu já vim com: ansiedade, (de uns 6 meses pra cá, bruxismo diurno) e distúrbios do sono, confusão quase nem tem… também podem provocar a estimulação do sistema nervoso central podendo desencadear tremores (sim), inquietação (sim), ansiedade (sim), tontura (sim), confusão (sim), alucinação (não, grazadeus), paranoia (talvez), depressão (siiiiim), pesadelos (sim), insonia (sim) e raramente, pensamentos suicida (sim). Se essas reações ocorrerem o medicamento deve ser descontinuado. DESCONTINUADO? É o primeiro que me causa uma melhora efetiva contra 3 meses de dores de cabeça, tontura, não saber onde estou, cansaço e dificuldade de respiração, em 3 FUCKIN meses!! Que mané descontinuar!

Isso pq eu faço tratamento, claro.

Tenho minha fluoxetina, meu sono em cápsulas e minha psicologa pra me dizer que tudo isso só ta mais dificil pcausa do remédio. Mas cara, é uma tristeza! Um desânimo! Uma falta de paciência! Um excesso de estupidez! Vou te contar viu… Acho que Mohamad Ali não aguentaria… É como se toda vez que vc diz que vai seguir em frente viesse a Ronda e te socasse bem na cara. É como ser um soldado na guerra se arrastando pelo chão contra uma tempestade de areia. É uma vontade infinita de fechar os olhos, de ficar surdo, de ficar mudo. É uma vontade que parece incontrolável que vem de repente, de socar a cabeça contra a parede, contra o móvel, contra o chão, seja lá o que tiver mais perto. É um cansaço, um ombro pesado, uma vontade de andar olhando pro chão, uma corcunda que na verdade, é a vontade de se enrolar igual um tatuzinho. É uma solidão imensa, e um ódio profundo de conversar com alguém. Aliás, pensa num ódio!
Penso: Queria conversar com alguém to me sentindo sozinha. Daí vou lá:
- Oi
- Oi
Penso: AAAAAIII QUE ÓDIO DESSE OI
E não é pq eu fico raciocinando sobre o oi, se ele foi simpatico, seco, curto… não, é simplesmente um ódio grande daquele momento ter existido.

Já me senti muuuuito assim na minha vida, passei anos sendo essa pessoa 24h por dia 7 dias por semana, o me levava sempre em algum instante a tentativa de suicidio. Pq eu não entendia que isso era uma condição, que isso era uma questão de resignificar as coisas, que era possível sair desse ciclo. Hj eu sei de tudo isso e é por isso que estou me desafiando pro meu próprio bem, a aguentar essa barra (que é gostar de vc ieee), pois eu sei que não passa de uma

condição, requer força e exercício diário.

AAAIII e eu esqueço de tuuuudo! Toda hora!! Concentração?!?! Que?

Minha psicologa me passou um TED pra eu assistir, refletir e dar aquela segurada e acabei vendo vários.

Recomendo: https://youtu.be/7XFLTDQ4JMk

AAAAIIII QUE TEXTO CHATOOOOOOOO