Inferno


De tudo que tenho,

Nada pedi,

De tudo que pedi,

Nada tenho.

Do carinho dado,

Ao amor recebido.

Tudo está errado,

Mas que inferno.

Não me deparo com vosso jeito,

Atormentado e controlador.

Não se cria pinto muito menos galo,

Se cria lobo e gavião.

Não entrarei em baixo da asa,

Pois já voou com a minha.

Me deixe, me abandone.

Só não me prenda, INFERNO.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.