A geração que quer liberdade e pode conseguir
Filippo Ghermandi
162

Filippo, curti muito seu texto! Confesso que fui ficando apreensivo quando você foi descrevendo as duas visões diferentes das autoras e queria saber o que você ia dizer, e quando você pontuou um meio termo, achei realmente ótimo!

Você bateu algumas vezes na questão de “largar tudo”. Em algum momento da vida, “largar tudo” já foi uma premissa pra minha vida. Quando resolvi largar tudo, percebi um tempo depois que não se larga tudo nunca e que esse pensamento é limitado demais. O que acontece é que estamos em constante transformação e não faz sentido abandonar algo que construímos lá atrás, mesmo que seja um desejo nosso não faz mais este algo de forma muito diferente. Somos fruto de um acúmulo, não faz sentido largar.

Parabéns pelo texto!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rafael Soares’s story.