Teoria Stranger Things (I’m The Monster)
Abner Pereira
811224

Muito boa a teoria, mas uma coisa me intriga. Todas as interações da Eleven com o “futuro apocalíptico” acontecem num ambiente onde o monstro já existia, aparentemente uma mesma época, não vemos aparições num futuro sem o monstro. O problema maior é que o motivo dela ter, ao final da série, ido para esse futuro apocalíptico e ter se tornado o monstro foi ela ter se encontrado com o eu do futuro, o que é um paradoxo. É paradoxal pq a Eleven do futuro tornada em mostro só pode existe após ela ter ido em algum momento pro futuro tornando possível a existência desse “futuro paralelo”. Meu ponto é, esse futuro apocalíptico onde a Eleven é um monstro claramente tem que ser um futuro alternativo (onde ela foi até um futuro onde ela estava sozinha num mundo devastado) e esse futuro alternativo não pode existir até ele ser criado, ou seja, o monstro não pode já existir num futuro alternativo sem que o fator causal tenha ocorrido (a ida de Eleven pro futuro) e o motivo da origem do monstro não pode ser a própria existência dele (o monstro existe pq Eleven foi pro futuro, e Eleven foi pro futuro pq o monstro existe) e sim deveria ser algo externo, como acontece em “De volta para o futuro”.

Talvez o monstro seja um clone da Eleven que foi para o futuro antes dela, e se tornou o monstro; um clone que deu errado… O que justifica a tatuagem com o número.