Três coisas sobre testes de software que contaria a um amigo

É uma boa entrar na área de testes, pela carreira e a valorização no mercado atual. Melhorar a qualidade do software e entregá-lo ao cliente conforme seus requisitos esperados é algo muito interessante. As Empresas buscam testadores com os perfis contemporâneos.

Imagem: http://liderdejovens.com/wp-content/uploads/2014/09/Image-of-3-600x264.jpg

É uma boa entrar na área de testes, pela carreira e a valorização no mercado atual. Os salários variam conforme o cargo. Quanto mais conhecimento e aperfeiçoamento, mais valorizado o profissional é. Um testador júnior recebe aproximadamente um salário de R$ 3.500,00 e pode atingir um cargo mais avançado como sênior iniciando em R$ 8.000,00. É uma carreira que cresce a cada dia.

O fato de procurar falhas em um software e reportar-las de forma clara e objetiva, com a intenção de melhorar a qualidade do software e entregá-lo ao cliente conforme seus requisitos esperados é algo muito interessante. Dessa forma, a melhoria da qualidade de um software aumenta continuamente.

A área de testes é muito abrangente, pois existem muitas ferramentas no mercado e um bom testador tem que estar atualizado frequentemente. Hoje as empresas buscam testadores com o perfis contemporâneos. Essa área está crescendo e renovando-se constantemente, e é necessário dedicação e força de vontade para tornar-se um bom testador.

Portanto, a carreira de teste é reconhecida e valorizada no mercado atual. Os salários são bons, e o fato de encontrar falhas e corrigi-las melhora a qualidade de um software. Um bom testador tem que ser dedicado e estar atualizado com novas ferramentas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.