e a Infertilidade

Escroto

e a Infertilidade

O escroto ou bolsa escrotal é uma bolsa feita de músculo e pele onde estão contidos os testículos, epidídimo e a primeira parte dos ductos deferentes; órgãos indispensáveis quando falamos de fertilidade, infertilidade e reprodução humana, afinal, fazer um bebê precisa de conteúdo genético do homem e da mulher.

Cada conjunto desses órgãos (direito e esquerdo) ocupa um compartimento completamente separado do outro, já que o escroto é subdividido em duas partes por um septo, que superficialmente se corresponde a uma rafe cutânea, a linha rugosa mediana.

Fatores masculinos relativos à bolsa escrotal que determinam a infertilidade:

  • Criptorquidia — ou testículos que não desceram: em alguns casos após o nascimento, os testículos permanecem no interior do abdômen, que poderá levar à infertilidadea longo prazo. Se a descida dos testículos não ocorrer espontaneamente, este problema deverá ser corrigido através de cirurgia realizada ainda na infância.
  • Torção dos testículos: é um problema emergencial e pode causar infertilidade posteriormente.
  • Varicocele: dilatação das veias que ficam em volta sos testículos provocando um defeito valvular dessas veias. Acredita-se que esta alteração causa aumento da temperatura local prejudicando a produção dos espermatozoides. Embora muitos nunca tenham ouvido sequer falar na varicocele, é a principal causa de infertilidade masculina, pois associa-se a alterações na produção e qualidade dos espermatozoides.
  • Infecções: Infecções do trato genital (próstata, epidídimo ou testículo), podem causar a infertilidade. As infecções por clamídia, muitas vezes assintomáticas, têm sido uma das responsáveis pelo aumento das causas de infertilidade nos últimos anos e, por isso, merece atenção especial. Histórias de caxumba depois da puberdade são também muito importantes, porque até 30% dos homens poderão ter diminuição da produção de espermatozoides. A vacinação precoce ajuda a resolver este problema.

Tratamentos relacionados à bolsa escrotal:

homem

anatomia

from
https://hospitaldiaamato.tumblr.com/post/155719319279

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.