Cara, me desculpa, não sei se entendi bem seu texto.
Daniel Serrano
41

Fala Daniel!

O texto não defende o apenas querer. Em negrito, numa fonte maior, tem o trecho que destaca a obrigação de reconhecermos nosso papel de privilegiados e fazer o que estiver ao nosso alcance pra reduzir essas diferenças.

Apoiar, cobrar e fiscalizar políticas públicas não é terceirizar a discussão, é exigir que seus representantes usem o seu dinheiro pra medidas que busquem a equidade.

Comprar o tênis é uma opção, vai deixar o cara feliz. Mas até mais eficiente que isso é lutar pra que eles tenham as mesmas oportunidades e acesso a bens que nós temos.

Abraços!

Like what you read? Give Raphael Pavan a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.