1 Ano de infantário

E depois de um ano de infantário o que recordamos? Que resumo fazemos deste ano?

Dia 13 de Outubro faz um ano que o nosso pequenino foi para o infantário pela primeira vez. Nunca é fácil esta decisão mas mais cedo ou mais tarde é sempre preciso toma-la.

A escolha do infantário também não é fácil, cada um tem uma opinião diferente, uns acham que deve ter muitas crianças, outros poucas, uns acham que deve ir desde os 5 meses de idade outros não e por ai fora, esta lista é imensa. O que eu acredito é que cada criança é diferente e que todos queremos é que se adapte bem à escolinha, que não sofra muito a separação, etc.

Para nós a escolha foi fácil porque já conhecíamos aquele infantário de aulas temáticas que lá tinha feito, nomeadamente yoga para babés. A tranquilidade do espaço e da própria educadora fez-me não ter dúvidas. O nossa intuição tem muito que ser ouvida nestas situações.

Já se sabe que os primeiros tempo são difíceis, a criança fica a chorar, normalmente. E o coração dos pais fica muito pequenino. É comum também que apareçam as gastroentrites, constipações, diarreias, etc. tudo isto faz parte e eles precisam de ganhar estas defesas nós também já passamos por lá, mas nem sempre nos lembramos disso.

Neste último ano:

  • tivemos estas pequenas doenças aqui por casa.
  • tivemos a alegria de o ver a aprender cada vez mais.
  • a dizer palavras diferentes.
  • a sentir saudades dos amiguinhos da escola.
  • a dar miminhos aos amigos.
  • aprendemos a fazer decorações para a árvore de natal com a ajuda dele.
  • Soubemos que foi a melhor escolha que fizemos :)
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.