Show de Xangai na abertura da XXVI Cientec

Anfiteatro da UFRN — 25–10–2017–21:00hrs

O público presente no anfiteatro da UFRN teve a honra de assistir a um espetáculo memorável. Algum dos próximos shows dificilmente conseguirá se comparar ao desta noite.

De início, sentadas do longo da arquibancada, as pessoas aplaudiam (com gosto) as canções vividas de um baiano que canta sobre o nordeste e suas paisagens.

E disposto e muito bem inspirado, Xangai fazia os excelentes alto-falantes ecoarem as notas do violão e a voz que trazia imagens da beleza do sertão profundo, da natureza e de tempos que deixaram saudades.

Ninguém tinha ideia, entretanto, do que ainda estava por vir.

Ao primeiro prenúncio d’água, ele avisou: “Eu sou cabeça-de-chuva, onde eu chego começa a chover”. E não deu outra. Pouco depois pingos vigorosos começam a desabar. Vendo a plateia se dispersar ante a investida do céu, com muita calma e humildade, disse: “Se a organização permitir, eu quero continuar tocando” e convidou as pessoas para subirem ao palco.
Foi assim que se fez a alegria.

Cada um e cada uma se acomodou como pôde até formar uma roda de gente sentada, mais próxima, e outro círculo maior, de pé, ao redor. E no aconchego dessa proximidade, todo tipo de pessoa: muita gente nova, mas também crianças, uns coroas e umas senhorinhas que cantavam junto todas as músicas.

E que músicas! Além do seu digníssimo repertório, Xangai prestou homenagem a mitos da música nordestina como o grande Elomar — cada dia mais descoberto e redescoberto pela nova geração — e o incomparável Luiz Gonzaga. E ali, colados a seus ombros, pudemos ouvir um esplendor de violeiro e um brilhante cantador.

E eu, pra mim, que tanto andei a pé por tantos e tão longos caminhos, não vou me esquecer tão cedo de Xangai ali sentado com a gente cantando Estrada de Canindé.

Mas o pobre vê nas estrada/O orvaio beijando as flô/Vê de perto o galo campina
Que quando canta muda de cor”

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.