o amor enraivece e amansa
cansa
e descansa
encanta
e desencanta
derruba
e levanta
enrola
e desenrola
abandona
e abraça
adoça
e amarga
desiste
e resiste
insiste
em ficar
depois insiste
em voar.
o amor existe
e vive
na essência
e resistência
dos corações
ingênuos.