Sobre princípios e valores

Hoje resolvi me tornar uma observadora da minha vida e também de amigos e conhecidos. Observadora silenciosa.Não perguntei nada para ninguém. Apenas parei e fui montando o meu quebra-cabeça e de muitas pessoas que eu convivo.

Uma das coisas que eu mais gostei nesse passeio em mim mesma e também nos meus semelhantes foi perceber que a maioria das pessoas com Princípios e Valores semelhantes sempre se encontram. Coincidência ? Destino ? Ação e Reação ? Não sei o motivo, mas que a gente se encontra, disso não tenho dúvidas. Engraçado é que se alguém é corrompido pelo sistema em qualquer sentido, vem a repulsa natural do Universo. Nada forçado e nem artificial. Essas pessoas se afastam. Os assuntos não são os mesmos. Passamos a frequentar lugares diferentes . Não aceitamos o “ ter que estar presente “ , o “ ter que fazer isso ou aquilo “ porque todo mundo faz . Sabemos quem somos, onde estamos e também onde queremos chegar . Isso é importante, pois estamos conscientes e só gente consciente está presente para agir. Só gente presente tem atitudes . Se eu não sei quem sou, quais são os meus princípios, meus valores , qual o meu propósito enquanto estiver por aqui a coisa não flui legal. Insatisfação, depressão, doenças crônicas e assim vai se formando um novelo de lã na sua vida , tudo embolado. O automatismo, aquele “ ligado na tomada 220 “ não nos acrescenta nada. A vida precisa ser vivida e sentida com coração, com consciência, com alegria .Precisamos entender o que fazemos e se isso vai de encontro ao que acreditamos . Aquela coisa antiga que infelizmente perdeu-se no tempo : valores intangíveis , impalpáveis . Aqueles que aprendemos com nossos avós. Não é legal passar por cima disso . A chance que você tem ao fazer é acabar caindo no mundo e encontrando pessoas assim e aí meu amigo a coisa vai só se enrolando . Cultive os seus princípios. Viva os seus valores em toda e qualquer situação. Tenho certeza que será feliz. Não brigue com isso . Ainda está na moda. Acredite !

Like what you read? Give Rúbia Borba a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.