Até o Fim.

Antecipo minha presença.
Mesmo assim, o tempo corre.
Quero criar novos dias,
Mas os mesmos, não me dão mais tempo.

Crio conforto em ilusão.
Me falta energia,
Quero excluir dias,
Mas os mesmos não me farão ir mais cedo,
Nem cruzar milhas velozmente até ti.

Quero criar futuro.
No presente, grafito o papel,
Agora já fazem parte do passado.

Não tenho após,
Não sustento durante.
Mesmo sabendo que acaba aqui.
Já conheço meu destino,
Lugar nenhum.

Desaparecerei da superfície,
O mesmo motivo me faz presente.
Internamente, conto as horas.
Eternamente, até o fim.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.