Saudade de alguém

Não é você. É o que você representa.

Às vezes a gente se pega pensando numa coisa passada qualquer e se pergunta como teria sido tal coisa se tivesse tomado outro rumo. De vez em quando a gente pensa que sente falta de tal coisa que, por acaso, nunca mais encontrou por aí e vira e mexe isso simboliza uma pessoa.

Acontece que refletindo bem, não é sobre o A ou o B. É sobre o papel daquela pessoa. É sobre o que ela te fazia e te trazia (e faz e traz). Sobre o teu momento. Talvez hoje não fizesse diferença. Nunca saberemos.

Deixa assim como está.

Eu não sofro e atribuo a você minha fraqueza, e você talvez lembre de mim.

O presente é a glória de ser passado.

… Não importa agora.

Like what you read? Give Rebecca. a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.