Seja trampolim e não abismo

Textos cruéis demais (11/04/2017)

Não ignore aquela pessoa que você sabe ou desconfia de indícios de um relacionamento abusivo. é muito importante potencializar a força que existe em alguém pra que ela consiga escapar disso e dos efeitos causados em sua vida. dê voz pra quem se acostumou com o silêncio, involuntariamente. dê cuidado pra quem acredita que desamor é tudo o que consegue lhe tocar. precisamos de medidas protetivas, mas também de medidas humanas. alimente quem foi desnutrido emocionalmente por uma relação assim. se você não pode ser técnico, seja ao menos bom/paciente e a encaminhe para o profissional adequado.

não julgue. não reforce a ideia de que ser vítima é uma escolha. acolha quando o ninho virou um amontoado de espinhos que machuca a evolução do outro que não está sendo capaz agora de voar.

seja trampolim e não abismo.

vai ficar tudo bem.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Yuri Freitas’s story.