O monopólio do bem

Tristeza
pelo meu país soberano
solapado pela guerrilha de palavras
pagas pela própria fortuna
de seu povo, seu trabalho.

Pelo poder vendidos,
senhores do templo
da palavra
da fé religiosa
presa com um musgo verde
numa sigla.

Estão banindo meu país
dele mesmo,
reduzindo as pessoas a massa
dividindo-as em claros e escuros
ricos e podres
sábios e medianos.

Seríamos um só corpo
se não se solidificassem
teorias vencidas pela história recente,
se nos dispuséssemos
a compor novas idéias,
desprendendo-nos.

Irão incendiar meu país
para a manutenção de alguns
que detém ou dizem deter
eles somente,
o monopólio do bem.

(citando Chico Nogueira)

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Regina Dias’s story.