REMINISCÊNCIAS

Envelhecer

Antes, todos os caminhos iam.
Agora todos os caminhos vêm.
A casa é acolhedora, os livros poucos.
E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas.

Mário Quintana

O Brasil está envelhecendo. Na cidade de São Paulo, vivem hoje mais de 1 milhão e meio de pessoas com mais de 60 anos. E o perfil do idoso vem mudando muito: eles estão mais ativos; trabalhando por mais tempo, viajando mais e curtindo mais a vida, e mais independentes — nos últimos 20 anos, o número de idosos que vivem sozinhos triplicou no país. Mas apesar dessas mudanças, envelhecer continua sendo resistir. Resistir ao tempo, às gerações; às despedidas e às chegadas; às lembranças, às marcas, experiências; às reminiscências.

O ensaio fotográfico Reminiscências propõe um olhar sobre os idosos que vivem em São Paulo. A abordagem é documental humanista; de longe ou de perto, sem notar ou com consentimento, e talvez até direito a ouvir algumas histórias. Essa exposição é um convite a observar o cotidiano desses personagens, sob múltiplos olhares — agora querendo ser janelas –, que observaram o que é envelhecer em uma metrópole de tantos contrastes.

Fotos por Alice de Abreu, Beatriz Monteiro, Bianca Seabra, Camila Macedo, Camila Xavier, Caroline Novaes, Daicy Batista, Danilo de Almeida, Fernanda Pires, Gabriel Carneiro, Gabriele Volpatto, Gustavo Santos, Ivo Leite, José Vitor Luiz, Kamyla da Cunha, Lara de Toledo, Leticia Caetano, Lucas de Almeida, Maria Fernanda da Silva, Marina Costa, Marina Schmidt, Mayara Zanettin, Natália Mota, Ricardo Nassabaine, Thaiane Dantas, Thais da Silva, Thales da Cunha, Vanessa Canoso e Yamê Cherici

Ensaio coletivo produzido durante o 1º semestre
de 2015 pelos alunos do 3º período do curso de Fotografia do Centro Universitário Belas Artes
de São Paulo, para a disciplina de Fotojornalismo
e Documentarismo, sob orientação da Profa.
Tássia Zanini.

Like what you read? Give registro a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.