Será que a Bel Pesce aprendeu mesmo a lição?
Bru Paese
1.4K224

Eu sou um cara que sempre trabalhei empregado, recebendo meu salário igualzinho todo mês e além disso, tenho origem em uma família onde todos sempre foram empregados. Digamos que sou a ovelha negra!! rs

Quando resolvi trabalhar por minha conta, eu não tinha a menor ideia do que era ser esse tal de empreendedor. Fui levando as coisas como se fosse um trabalhador empregado, meio que deixando a vida me levar, esperando o que ia acontecer no mês seguinte. Óbvio que deu tudo errado. Hoje estou ralando muito pra entrar nos eixos, porém sem desistir da jornada que é ter o próprio negócio.

O ponto que quero chegar com isso é que esses “empreendedores de sucesso da internet” tem, de certa forma, me ajudado bastante. O material gratuito que eles produzem tem sido de grande valia para mim, pois eles deixam no ar as “sacadas” (como eles mesmo dizem) e a partir disso eu consigo elaborar formas de tentar encaixar esses ensinamentos em meu negócio. Até mesmo o Murilo Gun, que você acha questionável, já me trouxe algumas boas dicas, principalmente no que tange a melhora a criatividade, dicas as quais eu vi muito sentido e são perfeitamente aplicáveis ao meu negócio.

Mas, veja bem: eu consumo bastante os materiais gratuitos! Eu jamais pagaria caro por um conteúdo que promete “faturamentos de 7 dígitos em tempo recorde” (mais uma vez, maneira como alguns deles adoram dizer). Por mais que eles sejam especialistas em marketing e saibam onde jogar a isca, eu não consigo cair nessa de jeito nenhum.

Cada negócio funciona de uma maneira diferente. Ações tomadas por um determinado empreendedor deram resultados muito bons ao mesmo tempo que ações semelhantes deram totalmente errado para outro empreendedor.
Até mesmo a definição de sucesso é muito individual. Cada pessoa tem o seu conceito de sucesso e, certamente, fórmulas prontas jamais irão funcionar para todos.

Sendo assim, bora lá ouvir o que eles tem a dizer com a mente aberta e captar apenas o que nos serve! Ah, e de graça!!!

Like what you read? Give Renan Camargo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.