Lamentação de um aprendiz (Um primeiro post!)

Parece que não tenho inteligência suficiente. Sempre que leio um texto foda em algum site, penso: queria escrever um texto assim. Não tanto pela gramática, pelo belo uso das palavras, pelo vocabulário vasto que o publicador costuma ter. Claro que o bom e velho português bem escrito nessa internet de meu Deus aparece como uma joia de diamante brilhando ao meio de um mar de bosta. Mas mais do que isso, são as ideias, os insights, os comentários, por vezes pontuais, mas geniais sobre determinado assunto.

Me agrada muito — peço permissão pelo pronome nessa posição — quando o resenhista, blogueiro, comentarista tem aquela percepção única. Por exemplo, um crítico que chame atenção para determinado detalhe que passara desapercebido de uma obra. Ou o blogueiro que coloca suas visões únicas de mundo sobre um assunto mais profundo. Quando o texto te instiga a você se questionar, pensar sobre suas atitudes, buscar agir de uma maneira melhor.

Não posso falar sobre esse assunto sem citar alguns exemplos. Vou ficar com dois para não alongar muito. Mas tenho pra mim, como referência, como textos que de vez em quando leio novamente para me inspirar um do excelente Gustavo Gitti, do Papo de Homem, “A nova geração de homens mimados”, que nos aponta alguns erros que nos mantém com certas “fraldas”, certas atitudes de quem não cresce porque insiste em se mimar. E o outro post é do Pensar Enlouquece falando sobre o site Dear Photograph. Não tanto pelo texto do também ótimo Inagaki, mas pela apresentação de uma ideia tão singela, tão simples e tão… boa, sobre a fotografia. O post é emocionante e um dia farei também o que foi proposto pelo site. Vale a pena a conferida.

Talvez esse meu texto tenha sido uma desculpa para falar desses sites, dessas publicações que eu tanto gosto. Ou para lamentar minha falta de textos inspiradores. Mas através do estudo e da prática, quem sabe um dia eu não chego lá. Se alguém tiver alguma recomendação, diga! Por enquanto, continuo lendo os textos fodas de pessoas fodas!