POEMA PLURAL

Saudades…

Assim mesmo,

No plural…

Porque a saudade

Não é só

Da tua voz,

Do teu beijo…

É saudade,

E ao mesmo tempo,

É desejo

Da tua boca

Na minha…

Da tua pele

Na minha…

Do teu corpo

No meu…

Saudades…

Porque sou muitas

Quando estou

Contigo…

E quando estou

Contigo, às vezes,

Não me reconheço…

Então me reconheço

A cada instante,

Intensa,

Inteiramente

Delirante…

Porque contigo

Sou voz, verso,

Silêncio, Carnaval.

E desejos e vontades,

LágrimaTemporal,

MedosCorrentezas,

RiosVentos

MarDelicadeza…

Saudades.

Porque a vida

Do teu lado

É plural.