Dê valor a sua saúde ou a qualquer coisa que é importante para você

Hoje eu acordei infinitamente melhor. Ainda não estou 100%, mas já consigo comemorar a volta da minha saúde, apesar de uma dorzinha de leve no joelho, algumas glândulas inflamadas e algumas manchinhas na pele. Mas o que são esses três detalhes pra quem alguns dias atrás não conseguia nem comer por conta das aftas.

Eu sei que existe doenças mil vezes pior do que a Zika ou Chikungunya, mas nada é mais gratificante do que poder restabelecer a sua saúde. E isso significa que temos que comemorar. Hoje acordei feliz da vida, valorizando todos os sentimentos bons que estavam dentro de mim e espero valorizar isso todos os dias da minha vida. Hoje foi aquele dia que acordei dando bom dia para o sol, para o vizinho e para quem mais quisesse ouvir o meu bom dia, porque na realidade o dia estava sendo maravilhoso.

A saúde é uma coisa muito importante para mim, assim como a família, o amor, a amizade, o companheirismo, o trabalho e várias outras coisinhas. Sendo assim, me proponho hoje a valorizar mais cada coisinha boa que minha vida me oferece, mesmo se essa coisinha boa vier acompanhada de uma coisinha chata, a vida (ou Universo) quis assim e não serei eu que vou reclamar, vou aceitar cada coisa boa e ruim que me parecer.

Vejamos, sábado fiz um post só reclamando da vida porque estava doente, hoje eu estou escrevendo como estou feliz por estar me sentindo melhor. Mas para eu estar me sentindo melhor algo antes devia estar ruim e por algo estar ruim no passado que hoje estou valorizando muito mais minha saúde e quem sabe vou passar a me cuidar cada vez mais.

E sempre vai ser assim. Vamos sempre brigar com alguém para fazer as pazes e vê como aquela pessoa é importante nas nossas vidas. Vamos sempre perder algo de um lado para mais na frente tá ganhando ou outro. A ideia aqui é aprender com cada momento, seja ele bom ou ruim, e valorizar o aprendizado que vai gerar para a sua vida.

Beijos,

Albertim

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Renata Albertim’s story.