Sobre… Reparar

A vida comum do cidadão mundial é acordar, saciar suas necessidades fisiológicas (como ir ao banheiro e tomar café) para depois pegar seu transporte e ir ao trabalho, isso na maioria das vezes, dada a situação atual no Brasil alguns se desfizeram dessas rotinas e estão agregando novas ao seu cotidiano.

Bem, esse ponto de partida é para chegar em uma percepção que me tem sido mais latente nos últimos dias. A pelo menos uns 5 meses tenho feito uma rotina quase sempre igual para ir ao trabalho e quando não vou de carona, vou de ônibus. Venho percebendo que na maioria das vezes as pessoas do meu cotidiano são as mesmas, e mesmo assim eu nem falo com elas.

Tenho facilidade em guardar a fisionomia das pessoas, e o engraçado é que sempre quando estou me deslocando para algum lugar onde não preciso ter atenção no fluxo, costumo reparar nas pessoas e imagina qual o novo passo que irão dar, para onde estão indo, se estão felizes, se fazem a diferença ou se estão de mal humor.

Acredito que um dos meios para seguirmos de uma maneira mais alegre nessa vida, é reparar nos outros a nossa volta. Um Bom dia! Boa Tarde! Licença! Obrigada! Pode ser simples, mas é essa interação que nos torna humanos, e olhar para o outro é descobrir nos mesmos.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.