Frameworks para testes no Visual Studio 2017

Este post traz alguns conteúdos que venho produzindo sobre a implementação de testes no Visual Studio 2017. Será possível encontrar aqui conteúdos com exemplos de utilização de frameworks como MS Test, xUnit, nUnit, SpecFlow, Fluent Assertions, Moq e NSubstitute.

E por falar em tecnologias Microsoft, não deixem também de acompanhar o Azure Tech Nights, que acontecerá entre os dias 24 de Julho e 2 de Agosto de 2017. Será um evento NOTURNO, ONLINE e GRATUITO promovido pelo Canal .NET, com apresentações focadas no Microsoft Azure e cobrindo temas como microserviços, Bots, desenvolvimento Web e mobile, bancos de dados, Business Intelligence, NoSQL, infraestrutura, Containers e muito mais.
Entre os palestrantes teremos MVPs Microsoft, MTACs e Especialistas de Mercado.
Para efetuar a inscrição acessem este link.
A grade com as palestras e outras informações podem ser encontradas no site oficial do Azure Tech Nights.

Testes no .NET Core

Nesta palestra realizada durante o QANinja Conference 2a Edição em 25/04/2017, demonstrei o uso de frameworks como MS Test, xUnit, Moq, NSubstitute e Fluent Assertions para o teste de aplicações construídas com o .NET Core. Ao longo desta apresentação foram utilizados o Visual Studio 2017, além do Visual Studio Code em Linux.

Gostaria de deixar aqui meu agradecimento ao pessoal da organização do evento, em especial ao Fernando Papini, ao Thiago Pereira, ao Demis Meneghetti e à Natali Cabral pelo apoio para que eu participasse mais uma vez do QANinja Conference.

A gravação pode ser assistida no YouTube:

Os slides desta apresentação também foram disponibilizados no SlideShare:


Moq e NSubstitute

Utilizados na criação de Mock Objects, os frameworks Moq e NSubstitute são projetos open source, também suportam o .NET Core e conseguem viabilizar a implementação de testes de unidade em cenários mais complexos (como aqueles que envolvem estruturas ainda não implementadas e/ou dependências externas). Os slides a seguir são de uma apresentação que realizei recentemente (19/04/2017), em um meetup promovido pelo ThinkUP!:

Deixo aqui meu agradecimento ao Fernando Rychlewski (IBM e iMasters) e à Marcia Golfieri (IBM) pelo convite e apoio para a realização do evento.

Abordei também o uso do NSubstitute em conjunto com o .NET Core em um artigo recente:

Mocking Test no .NET Core: utilizando o framework NSubstitute


SpecFlow

Framework gratuito que permite a implementação de testes a partir de user stories, o SpecFlow é uma solução bastante utilizada em .NET para a adoção de práticas de BDD (Behavior-Driven Development).

Abordei inclusive estes assuntos recentemente, em uma apresentação num meetup do grupo .NET São Paulo (08/04/2017):

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: atualmente (Abril/2017) o SpecFlow ainda não conta com uma versão estável que suporte o .NET Core.


NUnit

Voltado à implementação de testes de unidade, o framework NUnit é um projeto open source bastante popular dentro da comunidade .NET.

Os slides a seguir são de outra apresentação recente que fiz (26/04/2017), em um meetup promovido pelo grupo Developers-SP e no qual abordei o uso do NUnit na codificação de testes de unidade:

Aproveito aqui para agradecer ao Valerio Ferreira (Microsoft MVP) e à Thamirys Gameiro pelo convite e apoio para que eu participasse deste evento.



Show your support

Clapping shows how much you appreciated Renato Groffe’s story.