Coaching: Assuma o controle da sua vida!

Com que frequência você para pra refletir sobre a sua vida e sobre o seu futuro? Você sente que tem controle sobre a sua vida ou está deixando ela te levar para qualquer lugar? Acredita que está no caminho certo para realizar os seus sonhos?

Como o Gato disse para a Alíce no País das Maravilhas: “Se você não sabe para onde quer ir, qualquer caminho te levará até lá.”

Quando não sabemos aonde queremos chegar, parece que estamos em uma jornada sem fim, nunca estamos satisfeitos. O trabalho nos deixa infelizes, nossos relacionamentos ficam vazios, não temos dinheiro o suficiente, o tempo é escasso e nossa saúde física e mental fica desgastada… Até que alguma hora, percebemos que estamos completamente perdidos.

Se você se identificou com alguma das situações anteriores, fique calmo(a), você não está sozinho(a).

O mundo está mudando e evoluindo. O acesso a informação e o avanço da tecnologia quebram fronteiras e nos empoderam para fazermos e sabermos qualquer coisa. Mas ao mesmo tempo, esse bombardeamento de informações e as infinitas possibilidades de escolha, dificultam nossas tomadas de decisão. Ou seja, o excesso de opções gera insatisfação. Esse é o “paradoxo da escolha” de Barry Schwartz.

Além disso, as regras criadas pela Revolução Industrial já não fazem mais sentido. Deixamos de ser apenas números e mais uma peça da linha de produção. E o sistema educacional, desenvolvido para nos preparar para o mercado, está totalmente ultrapassado, afinal, esse mercado antigo está dando lugar a novos modelos.

Em meio a toda essa loucura, não sabemos o que queremos, apenas sentimos, sentimos que alguma coisa dentro de nós está desconectada.

Daniel Pink explica em seu livro “Drive”, que existem 3 tipos de motivação:
1.0) Instinto de sobrevivência
2.0) Extrínseca: punição e recompensa
3.0) Intrínseca: autonomia, maestria e propósito

Ele diz que, racionalmente, sempre acreditamos que a maior motivação era o bônus para o sucesso e o chicote para o fracasso. As pessoas se dedicariam para ganhar mais e não sofrer tanto. Mas através de vários experimentos, Daniel Pink descobriu que a motivação 2.0 funciona até certo ponto, e que a pressão colocada pela “punição e recompensa” também bloqueia nossa criatividade. E que, na verdade, a motivação 3.0 é muito mais poderosa, mais sustentável a longo prazo e que gera as maiores mudanças.

Outra explicação incrível sobre a importância do propósito é dada por Dan Ariely de forma didática e muito divertida neste TED Talk:

Mas o que o Coaching tem a ver com tudo isso?

O Coaching é um processo que ajuda as pessoas a definirem seus objetivos e planejarem estratégias para alcançá-los. Tudo isso, através do desenvolvimento de autoconhecimento, autoestima e autoconfiança.

Durante as sessões, os Coachees (clientes) refletem sobre suas vidas, desenvolvem competências, planejam e executam tarefas com foco no objetivo. E o papel do Coach é guiá-los nessa jornada.

Esse processo ajuda as pessoas a terem reflexões profundas sobre si mesmas, buscarem seus propósitos, ampliarem suas capacidades e criarem motivações internas, gerando impacto positivo tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

O Coaching é realmente transformador.
E pode ajudá-lo a assumir o controle da sua vida!

Quer saber mais sobre Coaching?
Acompanhe a Deeper Co. no Facebook:

https://www.facebook.com/deeper.co/

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.