4.5

De verdade ainda não sei viver. Estou aprendendo e tenho muito a melhorar em vários cenários de minha vida. Aprendendo que crescer muitas vezes dilacera a alma e é um processo lento que só depende de nós mesmos. Que saber detectar as falhas já é um bom começo mas que colocar em prática as mudanças é melhor ainda. 
Fazer 45 não muda muito. Mas entender que são 45 anos de vida é que de fato começa a mudar muita coisa.
É isso! Vamos em frente!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.