Cidades Livres Privadas — Titus Gebel

RESENHA PRA MIM
Aug 5 · 3 min read

Sem a menor hesitação, acredito que o lançamento deste livro, um dos mais interessantes desses últimos anos — extremamente contemporâneo ao tratar de assuntos pertinentes a convivência humana, representa os ares da mudança que vem impactando a percepção da figura do Estado pelo homem comum. Titus Gebel é um autor impressionante, o bem sucedido empresário consegue expressar conceitos complexos de maneira didática e eficaz, como o bom alemão que é, trazendo sua maneira de solucionar um problema que enxerga na relação entre os indivíduos e os estados que são submetidos. Oferece tanto um lastro teórico, construído desde a experiência imperial das cidades livres — como fundamento principiológico das cidade privadas livres, quanto um guia prático com ações pragmáticas capazes de ajudar aqueles interessados em botar o projeto em prática.

Considero uma leitura relativamente curta, levando em conta todo o conteúdo que foi capaz de incluir na obra. Sendo assim, o autor trabalha diversos aspectos das cidades livres privadas, começando com uma argumentação para defender seu valor histórico realizada através de uma viagem às cidades livres da liga Hanseática do Sacro Império Romano-Germânico. Seguindo desse ponto até o que considera a mácula primordial do “contrato social”: as decisões monocráticas, resultantes de medidas de governantes irresponsáveis e da coerção estatal — sempre mudanças abruptas não consensuais, dos Estados modernos, tanto do Parlamento Europeu quanto do governo alemão — seja a participação em guerras desnecessárias ou a aceitação forçada de migrantes, que prejudicam aqueles indivíduos interessados em viverem uma vida mais tranquila e livre, ou seja, ele ataca a falta de competição dos Estados pelo cidadão.

O mais interessante é que ele não se limita a oferecer somente uma crítica, mesmo que lastreada em evidências, aos problemas do “contrato social”, uma vez que, como bom empreendedor percebe as demandas advindas da sociedade — fazendo valer o “nehmen” quando declara-se um “unternehmer”, se empenha em desenvolver uma solução não limitada a teória: a construção de cidades livres privadas por empresas interessadas, a revolução do contrato entre as partes no mundo moderno, permitindo somente modificações consensuais — sem a intervenção do interesse de terceiros mascarado pela ação dos políticos do poder legislativo, que vincula tanto o operador, aquele que toma para si a responsabilidade de oferecer os direitos fundamentais e que acordarem por contrato em troca da remuneração pelos serviços disposto a prestar, quanto o contratante, que nesse sistema teria o poder de escolher quais cláusulas optaria por anuir e não precisaria sofrer as consequências das modificações drásticas da sociedade, em um documento solene, construído em conjunto pelas duas partes com a possibilidade de dispor sobre como a vida naquele pedaço de terra deverá seria vivida — apresentado tanto como um principado etnicamente conforme quanto um matriarcado sem moeda definida ou busca por lucro.

Esse livro abriu meus olhos, motivo pelo qual eu o indico para toda e qualquer pessoa — interessada na temática da liberdade ou não, uma vez que ele conseguiu oferecer uma resposta enquanto eu fui limitado somente a criticar. Desde então venho acompanhando o trabalho do Dr. Gebel de perto, me dispondo até mesmo a traduzir alguns poucos artigos, já que que as cidades livres privadas já estão encaminhadas à se tornarem realidade em pouco tempo, visto que os precedentes legais já existem tanto no brasil como no mundo — vide as formas inferiores da zona franca de manaus e das zonas econômicas exclusivas chinesas, e constituirão um modelo mais eficaz de vida em sociedade, principalmente porque em um sistema livre, o dinheiro segue a demanda.

Esta resenha foi elaborada por Eduardo Almeida, um brilhante coordenador do SFLB. Contate Eduardo pelo e-mail Eduardoalmeida@studentsforliberty.org.

Você é coordenador do SFLB e quer ser um escritor de resenhas? Clica aqui.

Dúvidas, sugestões e elogios pelo e-mail resenhapramim@studentsforliberty.org

    RESENHA PRA MIM

    Written by

    O resenha pra mim é uma iniciativa de coordenadores do SFLB que visa resumir livros liberais com qualidade. Escreva para: resenhapramim@studentsforliberty.org

    Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
    Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
    Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade