Futebol 3.0 na Arena Corinthians
Mª Carolina Cintra
41

Boa introdução, estou ansioso pelos textos falando de palestras específicas.

Sobre o “ódio eterno ao futebol moderno”, discordo que seja coisa majoritariamente de puristas e saudosistas. Sim, é coisa de puristas e saudosistas, mas é realmente trombeteada com força por quem perde privilégios. Futebol sempre foi negócio. A tendência é que com a profissionalização os detentores de privilégios sejam trocados. Quem perde privilégio sempre reclama. Em qualquer setor. Não tenho certeza se vai ser bom ou ruim para o clube (tendo a achar que será bom, mas não tenho certeza), mas enxego a mudança como inevitável. Adoro o Pacaembu, mas o conforto e a infra-estrutura não tem comparação, a Arena Corinthians é muitíssimo melhor na maioria absoulta dos aspectos.

Sobre o evento… minhas críticas são muito parecidas com as tuas. Má sinalização e pouco conhecimento dos seguranças na chegada. Péssima logística/organização no almoço. Duas palestras com problemas, a saber, uma palestra muito fraca (Wyscout, pouquíssima informação, muito “merchan”) e outra (Design+Branding) muito interessante mais estourando demais o tempo (quem tinha horário para sair perdeu as últimas palestras. manter-se no tempo dado é respeitar a audiência e principalmente os outros palestrantes, imperdoável).

Meus elogios vão à pontualidade dos palestrantes (com uma exceção), ao profissionalismo das palestras com foco na informação (com uma exceção) e à infra-estrutura, já extraordinária ainda que esteja claro que as instalação ainda não estão completas.

Como mensagem geral fica a certeza que os times de futebol tem instrumentos e dispõe de todos profissionais para fazer um trabalho bem feito. Só falta profissionalizar a admnistração do time de futebol, frequentemente emocional e muito sujeita à politica do clube e à pressão da torcida.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ricardo Esparta’s story.