PROJETO LEVA ASTRONOMIA PARA TODOS

O céu é motivo de observação desde o início dos tempos. As sociedades mais antigas e os maiores pensadores gregos debatiam sobre os astros, sua formação, suas funções e seus efeitos. Ao longo do tempo esses estudos se aprofundaram, somaram-se à outras áreas do conhecimento como a física e a matemática e se tornaram um assunto muito sério.

Segundo o autor do livro História da Astronomia no Brasil, Jacques R. D. Lépine (IAG/USP), o Brasil chega a um nível de investimento da ordem de US$ 100 M por década desde 1965. Com tanto investimento no setor astronômico, o país passou a incentivar a formação de astrônomos, como acontece no campus de Bagé da Unipampa, onde um Planetário está em construção. Pensando na importância do projeto, docentes decidiram propagar o assunto criando um Planetário Itinerante, com a intuito de levar a astronomia à pessoas que, possivelmente, nunca teriam contato com um Planetário. É o que nos conta o professor Guilherme Marranghello. Confira:

O professor de física, Rafael Kimura relata que o planetário como divulgação das ciências é especial pois ultrapassa o campo dos conceitos e atinge o nível da fascinação e, para ele, isso é muito gratificante.

O Planetário Itinerante está com sua agenda lotada até o final do ano e pretende continuar com as atividades mesmo depois da construção do Planetário fixo. Você pode obter mais informações no site do Planetário ou na página do facebook.

Like what you read? Give Hello Texas a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.