Ato 4 —

Laços

Os sentimentos que construímos em torno do próximo levam as mesmas estruturas no planejamento e elaboração de uma casa. Existe um projeto, a avaliação do local e as mãos a obra. O amor foi construído.

As semelhanças entre a construção de uma casa e a construção do amor é que com o passar do tempo as coisas começam a deteriorar, é preciso reparos. A diferença é que uma casa pode ser desmanchada, o amor jamais. Ele pode diminuir e se perder com o decorrer das coisas, mas acabar jamais

O que nos resta é esticar o laço, não desatar. O nó que o prende levou muito tempo para ser feito e se a opção certa fosse simplesmente rompe-lô do que adiantaria nadar e nadar no passado se a morte seria certa no final das contas. Amizade e carinho são os cimentos que guardam a estrutura que é o amor.

Like what you read? Give Reynaldo Rodrigues a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.