As 11 maiores falhas que você comete no Ágil

Reynaldo Barros Jr
Oct 13, 2018 · 7 min read

1 — Você ser egoísta

Esta característica é perigosíssima, porque se você é egoísta, provavelmente nega que é. E se hoje você pertence a uma equipe ágil, você deve mudar e rápido.

A principal característica do ágil é tornar as equipes eficientes.

Equipes, como o próprio nome diz, são feitas de duas ou mais pessoas e buscam um objetivo em comum.

Se você quer ser ágil, controle seu ego. Olhe para o lado! Veja as pessoas que estão no mesmo barco que você.

Uma falha sua, todos morrem.

Que tal fazer uma auto-avaliação para ver se você está sendo egoísta?

Topa?

Você já precisou de ajuda e teve vergonha de pedir?

Você já ficou muito puto com alguma crítica construtiva que um companheiro de equipe te fez?

Você tem dificuldade de escutar os membros que discordam de você?

Você se omite por causa da dificuldade de escutar uma ideia contrária a sua?

Se você respondeu sim para alguma pergunta acima, cuidado! Você pode ter o ego do tamanho de testículos bovinos!

Egoísmo não tem vez quando o assunto é equipe ágil.

2 - Você criar muitas regras e regulações

Uma lista e delegação de tarefas apropriada é muito importante para que o time atue livremente e performe bem. Uma vez estabelecido o roadmap, tudo que o time precisa é ser motivado e orientado a meta. Muito micro gerenciamento pode acabar em resultados falhos.

Neste sentido, um time que ainda está se maturando, precisa muito da figura de um Líder Ágil, porque ele vai prezar pelos valores ágeis e vai garantir que o mínimo para sustentar tais valores está sendo feito por todos os envolvidos da forma mais equilibrada possível.

Em algumas empresas, os time já está tão maturados que todos tem os valores ágeis na veia e sequer precisam de um líder ágil específico par tal.

3 - Você não escutar seus clientes

Seu cliente é a parte mais importante do negócio, ontem, hoje e sempre! O projeto que você está atuando deve levar isso em consideração sempre.

Não é recomendável que o seu cliente seja envolvido apenas na entrega, de forma passiva. Ele precisa ter um papel ativo na construção das soluções. Fazê-lo participar do inicio ao fim, de forma comprometida, é o maior desafio.

Envolver o cliente no inicio e trazer ele para ser parte integrante da equipe de desenvolvimento, fará os gaps de comunicação serem vencidos, resultando em uma entrega de valor muito mais elevada.

Não entre em um cabo de guerra com seu cliente! Vocês devem e precisam estar do mesmo lado.

4 — Não criar uma atmosfera de confiança

Um time ágil precisa ter em sua cultura a confiança plena nos seu pares, este sentimento deve ser muito forte. Vamos lá…Você está em uma guerra com seus companheiros de equipe. Já imaginou confiar 100% no cara que está guardando suas costas empunhando um rifle? Uma equipe que estabelece uma atmosfera de segurança e confiança mútua, consegue uma melhoria considerável na produtividade.

Tentar se concentrar com alguém que pode lhe meter a faca na nuca a qualquer momento não é algo produtivo!

Para criar esta atmosfera, você e seus pares precisarão de tempo e muita transparência. Resolva aquela treta com seu coleguinha imediatamente. Caso contrário, isso virará uma bola de neve e colocará tudo a perder.

5— Usar canais de comunicação impróprios

Comunicação é fator crítico em qualquer atividade realizada em grupo.

Uma coisa muito comum em grupos de trabalho é utilizar canais de comunicação impróprios, comprometendo a velocidade da realização das tarefas.

Darei exemplos de péssimas escolhas de canais de comunicação.:

  • Mandar email para o cara que está sentado ao seu lado, ou até mesmo à metros de distância de você.
  • Adotar uma ferramenta de comunicação que só você usa. Escolher aquela ferramenta que você se amarra mas o resto do time detesta.
  • Reportar tudo ao seu líder e deixar o resto do time de fora do report.
  • Escolher email ao invés de telefone para coisas urgentes.

Lembre que a forma mais efetiva de se comunicar em times ágeis é com uma conversa cara a cara.

Na hora de se comunicar, pense na criticidade da mensagem que você quer enviar. Considere o fato de precisar ou não de registro, poder ou não esperar, ser para uma pessoa ou para o grupo, o objetivo é usar o melhor canal para tal.

6 — Você planejar mal

Você é daqueles que torce a cara quando o assunto é planejamento?

Muitos odeiam planejar, mas ficam de boa em gastar o dobro, o triplo do tempo com retrabalho. Geralmente, este retrabalho é fruto de um péssimo planejamento.

O que faz um planejamento ser ruim?

  • Má ou não definição de metas claras e objetivas
  • Falta de foco
  • Falta de engajamento

Apesar de eu ter listado 3 pontos acima, os dois últimos merecem destaque especial. Um time broxado não vai planejar bem nem a pau! O ágil não é algo mágico que você bebe e passa a ser o profissional do time mother fucker plus high maximum power!

A agilidade é um guia de valores ao qual você se compromete espontâneamente e a partir daí você se transforma, influenciando positivamente todos que estão ao seu redor. Isso sim , fará com que, não só o planejamento melhore, mas tudo o que envolve o esforço de laborar.

7— Você não garantir a qualidade

Uma vez acordado e definido como será feito, é responsabilidade do time

garantir a qualidade do produto entregue.

Quality Assurance (análise de qualidade) é a parte mais crítica para o sucesso de um projeto, literalmente.

Quando atuei na Globo.com e a primeira onda ágil me pegou em 2007, o time de QA foi pulverizado nos demais times existentes.

Esta pulverização, permitiu que os Analistas tivessem um olhar muito mais próximo do produto e uma comunicação muito mais efetiva com os desenvolvedores. Note que neste caso os desenvolvedores deixaram de ser clientes de QA e passaram a ser companheiros de equipe.

Outro ponto interessante é que os desenvolvedores acabaram influenciando nas skills dos QA’s e os QA’s influenciaram para que os desenvolvedores tivessem mais qualidade com o código que estavam produzindo.

Você via profissionais de QA desenvolvendo e desenvolvedores se orientando a testes.

Definitivamente, um jogo de ganha ganha onde as pessoas estavam ocupadas com o objetivo e não com o que estava escrito em seus crachás ou cargos.

8— Você ter uma estrutura de time inadequada

É missão crítica do time ou de alguém, gerenciar a estrutura, assim como o progresso do projeto. A falta de planejamento pode desencadear um desastre.

Neste caso, o ideal é que você pertença a times suficientemente capazes de entregar o que é necessário, sem dependências externas.

9— Você não ter disciplina

Todo membro do time deve ser comunicado sobre metodologia a ser seguida e sobre a disciplina para tal.

Um bom alinhamento das expectativas é muito importante para o sucesso permanente projeto.

O conceito de agilidade é fácil de entender mas e muito difícil de aplicar.

Quando envolve mais de uma pessoa e mudança da forma de pensar e agir, a coisa fica mais complicada ainda.

Independente do nível de maturidade ágil do seu time, ter disciplina é a chave.

10— Estimativas pobres

Além de planejar bem, um bom time deve saber estimar as entregas. Isso é muito importante na hora de estabelecer os recursos que serão necessários para realização de um ciclo ágil.

Muitas equipes subestimam o momento do planejamento e o resultado é catastrófico.

A falta de foco ou seriedade neste momento , quebra o ciclo de transparência , inspeção e adaptação. Uma vez que o exercício é tentar enxergar ao máximo o horizonte à frente, de forma coletiva.

Já parou para pensar no esforço que é fazer isso sozinho?

11— Você não exercitar a introspecção

Reuniões diárias e semanais são essenciais para entender o fluxo do processo e fazer adequações o mais rápido possível. Sem um olhar introspectivo nestes momentos você e seu time podem continuar indo pelo caminho errado , resultando em falhas catastróficas. Valorize muito estes encontros e zele pelo conteúdo que será falado neles.

Vejo alguns comportamentos catastróficos nestas dinâmicas e vou listá-los abaixo:

  • Participar de uma imersão desta por participar.
  • Ficar no celular em momentos de debate.
  • Checar o celular constantemente.
  • Ficar no notebook enquanto as demais pessoas estão se doando.
  • Sair da sala no meio da dinâmica.
  • Não saber a hora de falar e ficar calado.
  • Usar o momento para se auto promover.
  • Permitir interrupções.
  • Não sair dos encontros com o objetivo cumprido.

Podemos resumir como falta de foco.

Esta lista já dá um bom número de itens para você ficar de olho na hora de proteger a agilidade. Conseguindo cuidar de cada ponto deste, você vai conseguir sucesso na implantação e manutenção da Agilidade da equipe.

Se eu esqueci de enumerar algum item, fique à vontade para contribuir! Coloque nos comentários abaixo.

Que desafios você tem enfrentado ou enfrentou para tornar sua equipe ágil?

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade