PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

PRIMEIROS SOCORROS PARA UMA VIDA MAIS ÉTICA E SAUDÁVEL.

Perguntas mais frequentes sobre o veganismo.

Algumas pessoas me interrogam sobre o POR QUÊ ou COMO ser vegano. O texto a seguir é apenas a construção das ideias que reuni inspirado nas questões ou pedidos que a mim chegaram. É uma espécie de FAQ (Perguntas Mais Frequentes) com as minhas opiniões a respeito, não sou especialista, não sou médico, nem nutricionista, sou um singelo aprendiz, praticante de toda essa filosofia e ainda preciso caminhar muito para atingir pontos mais profundos.

Para a explanação abaixo, considere a pergunta: ESTOU QUERENDO PARAR DE COMER CARNE, COMO PROCEDER? COM O QUE ME PREOCUPAR?

Que bom que você está pensando nessa direção, quando parte do próprio indivíduo é um ótimo sinal, pois com informação e vontade não tenho dúvidas de que você encontrará as respostas e os alimentos que lhe serão saborosos.

Tenho uma cronologia de textos sobre o meu processo de mudança, você pode ler:

O Mundo precisa mudar
Por amor a vida
• Primeiros socorros (que é este que você está lendo agora).

O primeiro foi um passo determinante que começou a mudar minha maneira de pensar a vida e a alimentação. Como um amigo me disse e eu sequer fazia ideia da proporção que seria, transmito a você “que se tornar vegetariano será uma das melhores decisões que você fará em sua vida”.

Inicialmente sugiro que assista:
Terráqueos
A carne é fraca

Depois, vasculhe e tenha o site Vista-se guardado. No Brasil ele é o maior guia sobre o vegetarianismo e o maior incentivador da filosofia vegana. O criador do vista-se é o Fábio Chaves siga-o pelo facebook, ele sempre está atualizado.

Aconselho também que você possa assinar a Revista dos Vegetarianos ela é orientadora e esclarecedora, de vários mitos que rondam nosso imaginário quando se fala de alimentos e nutrição. Para conhecimento consulte o vegetarianismo tem cinco níveis de consideração. Se tratando de alimentação, o vegano assume o vegetarianismo estrito.

SENDO MAIS OBJETIVO, VAMOS LÁ:

Penso que cada pessoa tem uma maneira de mudar, um jeito de agir, um período, uma fase, uma necessidade diferente, isso deve ser respeitado e levado em consideração, o importante é ler bastante em fontes seguras, sanar todas as suas dúvidas com segurança e satisfação. Fazendo isso, toda mudança será uma consequência saudável.

Observando alguns pensamentos sobre as causas vegetarianas, vejo que há também o ponto de vista não fraterno (indiferente a causa animal), que pensa apenas na própria saúde, pois quem estuda o assunto sabe que a alimentação vegana é extremamente SAUDÁVEL ao ser humano e realmente é a melhor para o nosso organismo. Aliado a este fator, se preferir, mesmo assim inconscientemente ou involuntariamente há o benefício de não fazer o mal e não contribuir para a exploração e toda a matança de animais.

Das nossas paixões e hábitos, com o paladar a gente se acostuma, descobrimos novos sabores, encontramos opções acessíveis e econômicas e ganhamos um novo universo de alimentos. Com o tempo deixamos de buscar o mesmo gosto do que conhecemos sabendo que são outras fontes, outras refeições, tão logo aprendemos a escolher pelo mais saudável e moralmente correto, isso nos completa com felicidade e boa vida.

Nesse trajeto, para eu ficar despreocupado procurei uma nutricionista, mas, não fui compreendido, então tive que buscar informações de outra maneira, pois há todo um sistema e uma cultura em torno do hábito da alimentação animal. Não se pode esperar que todos nos compreendam. Contudo é realmente importante que você faça um check-up anual para verificar sua saúde, isso normalmente é indicado para que todos façam, independente da dieta alimentar, e é bom que saibamos como vão as coisas. Fiz um check-up assim que parei de comer carne e há alguns dias fiz um novo exame, para minha alegria os resultados melhoraram do ano de 2012 para 2013 mesmo eu estando um ano mais velho.

Ao mudar sua alimentação/seu vestuário, tudo o que posso dizer é para que não tenha pressa, que continue pesquisando e se informando sobre todo o desconhecido mundo vegano, você vai perceber que é seguro, que não é nenhuma loucura como pintam e nem é tão difícil quanto parece, existem opções acessíveis. Ser vegano, dentre outros atributos, é um sinal de lucidez, compaixão, paciência e boa vontade. É um processo longo e valioso, deguste-o em cada etapa com fome de conhecimento.

SOBRE OS DEMAIS NUTRIENTES E VITAMINAS como cálcio, ferro, proteína, que sempre vem às conversas quando se fala em dieta vegetariana, concluo que não temos porque nos “preocupar em excesso” com tal importância, pois geralmente temos inserido em nosso cardápio cotidiano uma alimentação baseada em excelentes fontes de nutrição, veja:

Nutrição

Nutrientes
Proteínas
Cálcio
Ferro
Carboidratos
Fibras
Vitamina D
Vitamina B12
Sem glúten

Considerando o avanço da causa, para ampliar sua culinária recomendo os livros da Ana Maria Curcelli: Cozinhando sem crueldade, à princípio eu queria continuar comendo de tudo, porém de tudo vegano, eu queria provar que eu podia comer bem e até melhor e sei que é verdadeiramente possível sem apego e nostalgia. Tornar-me vegano me fez descobrir o prazer de cozinhar, o que me surpreendeu e se tornou uma das coisas mais agradáveis que faço.

Concluindo esse incentivo — apenas para ilustrar — sabe aquelas pessoas que estiveram próximas da morte e que dizem que é como se tivessem nascido de novo? Em mim o veganismo foi semelhante, é como se eu tivesse renascido.

NOTA DE GRATIDÃO

Recordo-me e agradeço a bondade de Fábio Chaves ao responder minhas questões sobre a vida e as escolhas de um vegano; do mesmo modo agradeço à minha namorada Mariana Chaves, que me impulsionou a ter um motivo para eu deixar de comer carne por um período e desde então parei de consumir esse hábito progredindo para o não consumo de produtos de origem animal; tanto quanto agradeço a Claudemir Ferreira, por ter escrito uma redação que incitou uma das melhores mudanças da minha vida. Leia: Amor para com os animais.

Agradeço as pessoas que não me julgam, aos que me apóiam e aos que respeitam mesmo não estando de acordo. Por todos que passaram e passarão em meu destino: compreendendo, ajudando e orientando todas as escolhas, o meu muito obrigado a toda gentileza oferecida, a toda solução e cuidado disposto. A cada gesto de amor em torno dessa atitude e, por que não: a todo acontecimento contrário, afinal uma resposta negativa ou colocação diferente, move o pensamento em direção ao percurso almejado.

Por fim, obrigado por sua leitura, que essas palavras possam acender uma luz em seu caminho.

ATENÇÃO!
Pesquise a fundo todas as questões. Os conceitos aqui escritos e abordagens indicadas são apenas um caminho para a reflexão. Alguns embates podem inclusive ter comprovações mais atualizadas, pois este texto se mantém inalterado desde a sua publicação original em julho de 2013, estabelecido de acordo com as informações que eu encontrei na ocasião de cada pesquisa.

Veja outra redação que escrevi nessa temática:

A liberdade

Leia mais textos meus na página inicial.

MANUAL VEGANO