O Crescimento do Youtube e de seus Usuários

O Youtube é um exemplo de ferramenta da rede que tem tido um crescimento extraordinário. Criado em 2005, o Youtube permite que seus usuários publiquem vídeos e compartilhe com seus seguidores.

Ele funciona da seguinte maneira: você cria uma conta no youtube, que automaticamente já é o seu canal. Em seguida você começa a postar seus vídeos, que será visto por qualquer pessoa, e por seus seguidores, que são pessoas que se inscrevem no seu canal.

Ultimamente os criadores de conteúdo têm tirado dessa ferramenta o seu sustento, ou seja, monetiza o seu canal e começa a ganhar dinheiro por número de visualizações, curtidas e inscritos.

Você já ouviu falar de Kéfera Buchmann, Cristhian Figueiredo, Felipe Castanhari? Não? Então você não usa as redes sociais ou não é deste planeta!! Estas pessoas têm feito à cabeça de muitos jovens e adolescentes desta geração. Eles postam vídeos falando de temas da atualidade, sobre suas vidas enquanto adolescentes, sobre redes sociais etc. E com esses temas vem conquistando a cada dia mais seguidores, e mais dinheiro!

A Youtuber Kéfera Buchmann já tem mais de 8 milhões de inscritos em seu canal. Recentemente, kéfera lançou seu primeiro livro “Muito Mais que Cinco Minutos”, devido ao nome do seu canal, “5inco Minutos”. O evento teve seus ingressos esgotados em apenas 12 minutos. Já se tornou um best-seller e já ocupa a segunda posição do ranking de mais vendidos da Publishnews, (informativo do mercado editorial brasileiro). Ela é um exemplo de até que ponto vai a fama desses “formadores de opinião”, assim chamados pela mídia.

O líder de opinião difunde as mensagens (digamos, uma função propagação), mas ao fazerem isto não podem deixar de exercer uma função de selecionar aquelas que julgam pertinentes (função filtro), além disso, também podem, e frequentemente o fazem, “editam”, recortam, comentam, avaliam e, portanto, transformam estas mensagens. (MARTINO, 2009, p. 3)

Isso que Martino relata é basicamente o que os youtubers fazem. Uns com menos edições, já outros com um canal as vezes até melhor que um programa de TV, mas se o conteúdo prender de certa forma a atenção do público, ele alcançará sucesso absoluto!

FONTES:

Rhayssa Souto Maior

Matheus T. Rocha

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rhayssa Souto Maior’s story.