Querida,

Assisti Stella outra vez. A infância finalmente ficou longe o bastante para que eu possa falar dela. Eu me vejo tanto na Stella… me perguntei se você também se via nela, pois sempre te imagino como uma criança que foi adorada, mesmo tendo lido seu mapa astral e sabendo que a ausência paterna está impressa no seu mapa e na sua vida.

Acho que foi naquele domingo que me tornei astróloga.

Foi também naquele dia, esperando um táxi que nunca chegava enquanto você me segurava ao seu lado, querendo ouvir o que eu tinha a dizer, que comecei a te adorar.

https://www.youtube.com/watch?v=ijg8pttrbQo

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.