Mediocridade

Quando a luz enfraquece e o desapego reina desejos desfalecem e morrem sonhos que pareciam perenes.

Quando a fala se cala dando lugar ao “tanto faz” vai-se da empolgação à desilusão, esforços passados tornam-se vãos.

Quando o vazio nos abraça e limita-nos ao comum esvanece a possibilidade de não se ser só mais um.

Quando as flores murcham o pomar perde o encanto e sobre os seus frutos já não se espera tanto.

Quando a indolência se avizinha fuja dela buscando a proatividade, não te curves à rotinas que te conduzam à mediocridade.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.