5 dicas para lidar melhor com as pessoas em 2018 (e em todos os anos seguintes)

“O mais importante ingrediente na fórmula do sucesso é saber lidar com as pessoas” — Theodore Roosevelt

Você sai de casa, e eles estão lá; você vai até a padaria para comprar seu café da manhã, inocentemente, e dá de cara com eles novamente; corre para o trabalho, parece que eles estão em todo canto — e quando volta, pode ser que um deles esteja na sua casa, te esperando! Você pode tentar escapar, mas sempre dará de cara com isso mesmo que você está pensando: seres humanos.

Há quem diga que não se importa, ou até gosta, há também quem sinta calafrios só de pensar nisso, mas de uma realidade ninguém escapa, todos nós, uma hora ou outra, teremos que lidar com pessoas — e essa não é tarefa fácil. Mas nem tudo são espinhos pelo caminho. Verdade seja dita, cada indivíduo é (e sejamos gratos por isso) um universo, e compreender cada pessoa é como compreender um infinito de possibilidades!

Dale Carnegie, um escritor nascido no Missouri em 1888, também sabia disso, e escreveu em 1936 o clássico “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”, um best-seller sobre a arte do relacionamento interpessoal. Esse é, sem dúvidas, um daqueles livros que nos causam sucessivos estalos e assombros contidos.

Contudo, já te adianto, assim, secamente, qual é o segredo da obra: não há segredo algum — e nem por isso você deve deixar de lê-la.

Lidar com outras pessoas exige um misto óbvio de bom senso, boa educação, empatia e um sorriso no rosto; nada novo sob o céu, certo? Entretanto, muitas vezes o mais óbvio nos escapa, e por isso selecionei cinco dicas de Dale Carnegie para um relacionamento melhor com outras pessoas, coisas que você pode começar a aplicar desde já.

1 - Saiba elogiar o trabalho alheio.

Eu avisei, o Capitão Óbvio atacaria por aqui. Contudo, a bem da verdade, sejamos sinceros, nem sempre elogiamos o trabalho de alguém quando tivemos oportunidade, certo?

Não deixe para elogiar apenas os grandes feitos, o charme de um dia comum está nas pequenas coisas. Um elogio feito com sinceridade pode não fazer diferença para você, mas pode fazer o sol brilhar com mais intensidade para quem o recebe.

2 - Saiba receber críticas pelo seu trabalho.

Essa frase, juntamente com “você deveria levar uma blusa”, são parte do seleto grupo de coisas que todos sabemos que deveríamos fazer, mas estamos pouco dispostos a seguir.

Assuma que quem critica um aspecto de seu trabalho está preocupado com ele, mesmo que isso se mostre de forma um pouco deslocada, então aproveite a chance de melhoria. Vou adiante, ainda que você tenha o mais sensível dos espíritos, não se afaste das críticas — e não digo aquela crítica bonitinha e florida, mas qualquer crítica. É você quem decide como uma crítica irá te atingir.

3 - Vá direto ao que interessa (ao outro).

“Se há algum segredo de sucesso, ele consiste na habilidade de apreender o ponto de vista da outra pessoa e ver as coisas tão bem pelo ângulo dela como pelo seu” — Henry Ford

Nada soa tão bem aos nossos próprios ouvidos quanto a primeira pessoa, não é? “Eu quero”, “eu preciso”, “eu vou”. Só existe um problema, nem sempre a primeira pessoa será agradável para alguém além de você mesmo — e isso é perfeitamente normal. Infelizmente, nem sempre damos a sorte de encontrar almas caridosas em nosso caminho.

Portanto, se você precisa lidar com alguém buscando por ajuda ou colaboração, que tal apresentar primeiramente as vantagens que essa colaboração trará para a outra parte? Não dá pra agir como “o dono da bola” quando a bola não é sua!

4- Demonstre interesse por coisas que as pessoas fazem.

“Você pode fazer mais amigos em dois meses, interessando-se pelas outras pessoas, do que em dois anos, tentando conseguir o interesse dos outros sobre você” — Dale Carnegie

Não confunda este título com a boa(?) e velha bajulação, não é isso. Imagine quanta coisa é possível aprender com alguém quando simplesmente tentamos nos interessar pelo seu trabalho ou pelas coisas que gosta.

Façamos um breve exercício mental. Tente pensar o quanto seu trabalho pode melhorar se você caminhar dois ou três corredores e aprender, durante alguns minutos, sobre o trabalho naquele setor que vive em “pé de guerra” com o seu. Depois de saber como as coisas se desenrolam por lá, será mais fácil pedir um favor ou ajuda, não?

O interesse genuíno abre portas para novos relacionamentos e para que possamos absorver novos conhecimentos.

5 - Seja (ou pelo menos tente) ser agradável.

“É uma antiga e verdadeira máxima ‘que com um pingo de mel se apanha mais moscas do que com um galão de fel’”. — Abraham Lincoln

Nada te obriga a ser agradável com as pessoas que cruzam seu caminho, e aí está, justamente, o maior mérito em fazê-lo. Você pode exigir que todos te aceitem “como você é”, ou você pode se esforçar em oferecer, gratuitamente, o melhor de si para quem está ao seu lado.

Pode ser que você não consiga qualquer coisa atraindo pessoais, mas certamente perderá caso insista em afastá-las — e aí só restam os orgulhos e vaidades, que com bolso vazio não servem lá para muita coisa.


E você, tem dicas para enfrentar os desafios de 2018? Deixe como resposta ao texto, ficarei feliz em ler! E se gostou desta publicação, não deixe de compartilhar com os amigos.