Ilustração by @josepedrobortolini (sigam no instagram)

Tratado sobre a elofensa

Um centauro meio aplauso, meio insulto.

Você pode não saber o que é Elofensa. Perfeitamente aceitável que não saiba, inclusive, já que é uma palavra que eu inventei mês passado.

Elofensa é aquela ofensinha básica, tamanho mini, que vem disfarçada de elogio, ou com uma adulação por cima para dar aquela camuflada. É como colocar chantilly em um pedregulho: pode até ficar mais adocicado, mas continua duro de engolir.

Você já escutou uma elofensa. É provável que também já tenha praticado esse esporte da calúnia bem intencionada, sem perceber: a elofensa está nos detalhes.

Como distinguir um elogio sincero de uma elofensa? Como em um iceberg, a chave é distinguir o que está abaixo da superfície.

Veja:

Você é bonita.

Isso é um elogio.

Você é bonita de rosto.

Claramente uma elofensa. Se você é bonita DE ROSTO, fica implícito que o resto de você é pouco apetecível.

Adorei seu cabelo curto.

Isso é um elogio.

Adorei seu cabelo curto. O bom é que logo cresce, né?

Elofensa. Não quis dizer na cara que você ficou parecendo uma ovelha tosquiada, mas veneno é como nude de famoso. Um pouquinho sempre acaba vazando.

Até que você é (insira aqui elogio) pra um (insira aqui tipo de pessoa de sua preferência).

Até que você é moderno para um evangélico.

Até que você é engraçada para uma mulher.

Até que você é bonito para um esquimó.

Na verdade, quase sempre a expressão “até que” é seguida de um desastre (como é o caso de sua amiga famosa, a expressão “não sou preconceituoso, mas”). Se a dita cuja sair da sua boca, pare, pegue no bumbum, pegue no compasso e reflita se deve mesmo concluir a frase.

Há duas variedades de elofensa. A elofensa inocente é dita assim, quase-sem-querer, uma espécie de ato falho de quem quer agradar mas acaba deixando escapar um arrotinho de verdade. Já a elofensa proposital é uma versão mal acobertada da nossa boa e velha falsidade, esporte praticado por falsiandersons e falsiannes de todo o mundo. Uma forma prática e rápida de deixar claro-pero-no-mucho o pequeno desprezo que você vem alimentando na base de leite ninho e chantybom.

Agora que ela tem nome, quem sabe a gente não toma cuidado pra cometer a elofensa bem menos?

Odiou o texto? Mostre seus conhecimentos deixando um recommend irônico e uma elofensa nos comentários :)

Like what you read? Give RIDÍCULA a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.